Coimbra  12 de Maio de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Entrega do ‘Prémio Alumni Chissano’ assinala Dia Mundial da Língua Portuguesa na UC

4 de Maio 2021 Jornal Campeão: Entrega do ‘Prémio Alumni Chissano’ assinala Dia Mundial da Língua Portuguesa na UC

A Sala do Senado da Universidade de Coimbra (UC) recebe, amanhã, dia 5, a cerimónia de entrega do ‘Prémio Joaquim Chissano Alumni’, atribuído a Anabela Chambuca.

O evento, que inicia pelas 10h30, assinala, ainda, o Dia Mundial da Língua Portuguesa na UC.

A distinção da Câmara de Comércio Portugal-Moçambique (CCPM), que foi atribuída este ano pela primeira vez, tem como vencedora Anabela Chambuca, licenciada pela Faculdade de Economia da UC em 2000.

O ‘Prémio Alumni Chissano’ distingue anualmente um antigo estudante moçambicano que, tendo feito os seus estudos em Portugal, se tenha diferenciado nas áreas Académica, do Empreendedorismo, da Causa Pública ou da Gestão em Moçambique.

Anabela Chambuca foi, entre outras funções, presidente do Conselho de Administração da Bolsa de Valores de Moçambique, entre 2012 e 2016, e directora Nacional do Gabinete de Gestão do Risco do Ministério da Economia e Finanças de Moçambique até 2019.

Na cerimónia de entrega do galardão terá a presença do presidente da CCPM, Rui Moreira de Carvalho, do Cônsul Geral de Moçambique em Portugal, Agostinho Milton, e do Reitor da UC, Amílcar Falcão, haverá também lugar à atribuição da Menção Honrosa do ‘Prémio Alumni Chissano a Leonel Tomo, antigo estudante da Faculdade de Economia da UC, com ampla experiência na área financeira e da docência em Moçambique.

No mesmo evento, com transmissão em direto através da página de Facebook da Relações Internacionais da Universidade de Coimbra (https://www.facebook.com/dri.universidadedecoimbra), vai também acontecer a entrega do Prémio Maria das Neves Rebelo de Sousa, atribuído pela CCPM. O galardão, que homenageia Maria das Neves Rebelo de Sousa, personalidade que se salientou nas causas de natureza humanitária e social, particularmente em Moçambique, de 1967 a 1970, distingue este ano a Associação Cuidados Paliativos em Moçambique.