Coimbra  12 de Abril de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Encerramento das comemorações do ano novo chinês no Casino Figueira

26 de Fevereiro 2024 Jornal Campeão: Encerramento das comemorações do ano novo chinês no Casino Figueira

O Casino Figueira acolheu na noite do último sábado, a comunidade chinesa, convidados e amigos para as comemorações do encerramento do ano novo chinês 2024 – ano do Dragão que se realizou no Salão Caffé, bem como está patente até 29 de Fevereiro a exposição de fotografia intitulada «Uma Rota e um Caminho».

De acordo com o calendário lunar chinês, este é o Ano do Dragão. Para os chineses, este é um período auspicioso associado à boa sorte e à concretização de objetivos. O dragão é uma figura mítica que representa poder, coragem, sorte, sabedoria e sucesso. Por esta razão, acredita-se que as pessoas que nascem neste ano são destemidas e cheias de vitalidade.

Nesta noite, no Casino Figueira, realizou-se um jantar de gastronomia típica chinesa e momentos musicais e de dança da China com o grupo «Pensamento Oriental».

Luís Ribeiro, em representação da Câmara do Comércio Portugal-China, em breves palavras desejou votos de um ano de muita prosperidade e sucesso a nível pessoal e empresarial, agradecendo a presença, neste jantar, da comunidade chinesa e aos que contribuem para desenvolvimento económico local e nacional.

Palavras semelhantes foram dirigidas ao Casino Figueira que acolheu o evento mas também “aos nossos amigos que decidiram partilhar esta noite”, destacando a presença de alguns autarcas, como Mário Nunes (presidente da Câmara Municipal de Soure), Diana Rodrigues (vereadora na Câmara Municipal da Figueira da Foz) os presidentes das juntas de freguesia de Quiaios, Tavarede, Buarcos e São Julião e representante do executivo da Junta de Freguesia do Paião.

À margem da cerimónia que assinalou o encerramento das comemorações do ano novo chinês, Y Ping Chow explicou que o cancelamento das actividades previstas para o salão nobre da Câmara Municipal da Figueira da Foz deveu-se ao facto de sexta-feira passada, em Lisboa, a Embaixada da China ter promovido “uma grande festa” pelo que, salientou, “não se justificava ao Embaixador vir a outro encerramento”.

Ainda assim, o presidente da Câmara de Comércio de Pequenas e Médias Empresas Portugal – China e presidente da Liga dos Chineses em Portugal deixou expressa a vontade de para o próximo ano a Figueira da Foz acolher esta festa numa programação atempada e que tenha em conta precisamente as várias realizações que acontecem pelo país.

Oportunidade ainda para Y Ping Chow destacar que “o Golden Visa foi suspenso no litoral e mantêm-se no interior. A Figueira da Foz é um concelho bastante bonito, com muita habitação muito desenvolvido. Gostaria que, com a influência, prestígio e capacidade de trabalho do presidente Pedro Santana Lopes poder-se trabalhar-se melhor esta questão do «Golden Visa» e assim criarem-se muitas relações comerciais e culturais”.

O «Golden Visa», um programa de autorizações de residências, permite que cidadãos nacionais de países terceiros (não europeus), que pretendem realizar uma actividade investimento em Portugal possam obter uma autorização de residência temporária para investidores.

Sabores, aromas e musicalidade da China no Páteo (restaurante do Casino Figueira) são ainda uma oportunidade para apreciar no próximo dia 29 de Fevereiro.