Coimbra  25 de Abril de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Empresa de Coimbra escolhida por um dos principais fabricante de satélites

19 de Março 2024 Jornal Campeão: Empresa de Coimbra escolhida por um dos principais fabricante de satélites

A solução de gestão do tráfego espacial (GTE) da Neuraspace, empresa sediada no Instituto Pedro Nunes, em Coimbra, foi seleccionada pela NanoAvionics para as operações e gestão de tráfego espacial.

O fabricante de satélites e integrador de missões NanoAvionics vai integrar o sistema STM da Neuraspace para análise de colisões, planeamento de manobras e melhoria da sustentabilidade espacial no seu pacote LEOP (lançamento e fase inicial da órbita) e operações.

Para além de uma maior segurança para os satélites, a NanoAvionics e os seus clientes beneficiarão de operações automatizadas de naves espaciais, como a análise de colisões e o planeamento de manobras, garantindo a proteção permanente dos seus bens.

Chiara Manfletti, CEO da Neuraspace, considera que “existem soluções e serviços que vão permitir à NanoAvionics e aos seus clientes ter maior segurança e eficiência nas operações espaciais”. “A Neuraspace responde aos requisitos actuais e futuros de sustentabilidade espacial, contribuindo assim para a sustentabilidade global do espaço e da indústria espacial. Com o apoio dos nossos clientes, a Neuraspace está bem posicionada para continuar o seu crescimento e sucesso no sector da gestão do tráfego espacial”, refere.

Žilvinas Kvedaravičius, Director Executivo da NanoAvionics, garante que “operações espaciais sustentáveis sempre foi um foco central da NanoAvionics, e temos empregado continuamente ferramentas de prevenção de colisões para manter isso. A integração do software da Neuraspace no nosso portfólio de serviços representa um avanço significativo nos nossos esforços. Esta melhoria baseia-se nas nossas metodologias existentes para a gestão do tráfego espacial e alinha-se com as exigências crescentes dos nossos clientes, que estão empenhados em cumprir os objectivos de sustentabilidade estabelecidos pelos reguladores e utilizadores finais. Ao incorporar as soluções avançadas da Neuraspace no planeamento e nas operações das nossas missões, estamos a dar um passo proactivo no sentido de uma gestão ainda mais responsável e eficiente das missões espaciais”.

A utilização do sistema STM da Neuraspace optimiza o trabalho dos operadores, reduzindo o custo e minimizando as interrupções da missão, o que pode ajudar a reduzir os prémios de seguro através de uma melhor atenuação dos detritos espaciais.

A solução da Neuraspace pode também permitir ganhos adicionais ao prolongar a vida útil do satélite, por exemplo, evitando a utilização de combustível valioso em manobras desnecessárias e fornecendo serviços melhorados, como manobras prioritárias.

Todas estas funcionalidade tem beneficiado dos resultados do projecto AI Fights Space Debris inserido na Agenda Mobilizadora/Alianças para a Reindustrialização financiada do PRR – Plano de Recuperação e Resiliência, com um orçamento de 25 milhões de euros.

O projecto visa apoiar o crescimento da Neuraspace e da sua Plataforma de Gestão de Tráfego Espacial, um produto exclusivo para operadoras de satélites, sustentado por Inteligência Artificial e Machine Learning, destinado a realizar operações espaciais seguras e evitar colisões com detritos espaciais e outros satélites.