Coimbra  24 de Outubro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Empresa com financiamento para combater resistência a antibióticos

26 de Novembro 2018

A empresa de Coimbra Abtrace garantiu um financiamento de dois milhões de euros para desenvolver na incubadora do Instituto Pedro Nunes uma ferramenta para combater a resistência a antibióticos, foi hoje anunciado.

“A Abtrace acaba de ser premiada com dois milhões de euros de financiamento e um programa de incubação no Instituto Pedro Nunes pelo program Wild Card 2018, da EIT Health, uma iniciativa do Instituto Europeu de Inovação e Tecnologia (EIT) que apoia ideias e projetos inovadores com potencial para transformar a saúde na Europa”, revelou a empresa.

Este financiamento vai permitir à empresa desenvolver uma ferramenta para combater a resistência a antibióticos que combina Inteligência Artificial e Big Data (análise e a interpretação de grandes volumes de dados).

O objectivo é “transformar as práticas de prescrição de antibióticos”, garante a Abtrace, que cita dados da Organização Mundial de Saúde que apontam para que “até 2050 a resistência antimicrobiana causará cerca de 10 milhões de mortes”

“Todos os antibióticos correm o risco de desenvolver resistência, contudo, calcula-se que um terço das prescrições são desnecessárias ou inadequadas. A escolha correcta de um antibiótico oferece um triplo benefício: melhor tratamento do paciente, menos gastos no consumo de antibióticos inadequados e, por fim, a redução da sua resistência ao ser seleccionado o medicamento mais apropriado para a resolução do problema” – garante a Abtrace.

Hélder Soares, co-fundador da Abtrace e doutorando em Química Médica pela Universidade de Coimbra, explica que o objectivo da empresa “é desenvolver novas ferramentas que diminuam o erro associado à prescrição de antibióticos, um dos factores mais críticos para a crise da resistência antimicrobiana”.

Este responsável acrescenta que, “estudando um conjunto alargado de registos clínicos, é possível encontrar novas formas de ajudar os médicos na altura de decidirem que antibiótico prescrever, seleccionando o medicamento mais correcto para uma infecção específica”.

O CEO da EIT Health garante na página ‘online’ da comunidade de empreendedores que “a Abtrace identificou uma séria necessidade na saúde mundial”, lembrando que “a resistência a antibióticos é uma grave ameaça que afecta milhões de pessoas”.

“Estamos muito satisfeitos e orgulhosos em apoiar o trabalho desta equipa e ansiosos por ver os resultados das suas ideias e o seu impacto na saúde”, refere o gestor do programa de apoio a empreendedores, que tem como parceiros algumas das principais empresas europeias na área da saúde, entre as quais a Siemens Healthcare, IBM, Phillips, GE Healthcare, SAP, Medtronic, Abbott, Abbvie, Roche, Sanofi, Thermo Fischer Scientific, Astra Zeneca, Bayer Pharma, Merck e Air Liquide.

Criado em 1991, na sequência de uma iniciativa da Universidade de Coimbra, o Instituto Pedro Nunes – Associação para a Inovação e Desenvolvimento em Ciência e Tecnologia (IPN), é uma associação sem fins lucrativos que promove a inovação na área científica e tecnológica, assumindo-se como instituição de ligação entre a Universidade e o mundo empresarial.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com