Coimbra  14 de Maio de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Emílio Torrão (PS) ambiciona terceiro mandato em Montemor-o-Velho

30 de Março 2021 Jornal Campeão: Emílio Torrão (PS) ambiciona terceiro mandato em Montemor-o-Velho

O presidente da Câmara de Montemor-o-Velho, Emílio Torrão, vai recandidatar-se ao cargo nas eleições autárquicas deste ano, segundo anunciou a Federação de Coimbra do PS.

Emílio Torrão, que pretende conseguir o terceiro mandato consecutivo com presidente da Câmara, foi membro da Assembleia Municipal, também eleito pelo PS, no mandato autárquico de 2001/2005, e vereador não executivo de 2009 a 2013, antes de conseguir retirar o PSD da liderança do Município.

O PS recorda que Emílio Torrão foi também presidente da Comissão Política Concelhia do Partido Socialista entre 2006 e 2013 e que pertenceu a vários órgãos sociais de diversas associações e coletividades de âmbito concelhio, regional e nacional.

“Emílio Torrão nasceu a 2/7/1964 em Moçambique. Reside em Montemor-o-Velho desde os 11 anos. É licenciado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra. Advogado de profissão desde 1992, com escritório em Montemor-o-Velho (actualmente com actividade suspensa). Foi presidente e delegado da Delegação da Ordem dos Advogados de Montemor-o-Velho entre 2000 e 2013”, lê-se numa nota da Distrital de Coimbra do PS.

O recandidato a presidente da Câmara recorda que, durante o seu mandato, a autarquia esteve sempre na linha da frente, seja nas cheias, nos incêndios ou na tempestade Leslie.

“Temos imenso orgulho nos oito anos em que servimos Montemor-o-Velho com entusiasmo, paixão e responsabilidade. Investimos nas crianças, nas famílias, nos jovens, nos seniores, no bem-estar da comunidade. Atraímos investidores para criar emprego e os resultados estão à vista. Servimos todos, por igual, na nobre missão a que nos propusemos de fazer mais e melhor. É inquestionável, cumprimos” – refere Emílio Torrão.

No Executivo camarário de Montemor-o-Velho, o PS ocupa quatro mandatos, contra os três do PSD. A advogada Maria João Sobreiro, de 36 anos, que integrou como suplente a lista das legislativas, já foi anunciada como a candidata do PSD à presidência da Câmara.