Coimbra  21 de Junho de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Em Coimbra, Tribunal dá razão a directora escolar 5 anos depois

20 de Janeiro 2021 Jornal Campeão: Em Coimbra, Tribunal dá razão a directora escolar 5 anos depois

Chegou a ser um caso de Polícia, quando a professora Amélia Loureiro foi impedida de retomar a Direcção do Agrupamento de Escolas Coimbra Centro, com sede na Jaime Cortesão, após ter desempenhado funções como Secretária de Estado do ensino Básico e Secundário, entre Outubro e Novembro de 2015, no curto Governo de Passos Coelho. Após cinco anos de luta o Tribunal Administrativo deu-lhe razão e condenou o Ministério da Educação por não a ter deixado concluir o exercício de funções na Escola para que tinha sido eleita, com o pagamento das diferenças salariais e uma indemnização de 2 500 euros por danos morais.

Artigo para ler, amanhã (21), na edição impressa do “Campeão das Províncias”.