Coimbra  22 de Fevereiro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Duas mulheres burladas através de MBWay

7 de Fevereiro 2020

A Polícia de Segurança Pública (PSP) de Coimbra recebeu, ontem (06), a denúncia por parte de duas mulheres, de 41 e 46 anos, que reportaram terem sido vítimas de uma burla através da aplicação MBWay.

Segundo a Polícia, “ambas tinham artigos à venda em websites de vendas online, foram contactadas por potenciais clientes que as convenceram a utilizar este meio de pagamento, dando-lhes orientações por telefone”.

Essas mesmas orientações estiveram, depois, “na origem das burlas, uma vez que permitiram que os suspeitos, indevidamente, subtraíssem umas centenas e uns milhares de euros, respectivamente, das contas das ofendidas”, adianta.

A PSP alerta que, apesar da informação que tem divulgado sobre os perigos deste método de pagamento, “continua a ser recorrente a utilização deste meio para a prática de burlas, sendo que se tem vindo a verificar um aumento de denúncias neste âmbito”.

Contudo, este “é um meio seguro de transacções online, o perigo está no desconhecimento das vítimas sobre o seu funcionamento”.

Assim, relembra a PSP aos cidadãos:

  • Se não compreende o funcionamento da aplicação MBWay, recuse o pagamento por esta via;
  • Em caso de dúvida, solicite informação ao seu Banco sobre o funcionamento do MBWay antes de o utilizar;
  • Tente sempre fazer os negócios de forma presencial se estiver na mesma área geográfica do comprador;
  • Tente receber os pagamentos presencialmente ou através de transferência bancária;
  • Nunca siga instruções de desconhecidos para fazer pagamentos por MBWay.

A PSP informa, ainda, que o crime de burla (artigo 217.º do Código Penal) é punido com pena de prisão até três anos ou multa e para haver procedimento criminal é necessário formalizar queixa.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com