Coimbra  11 de Julho de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Droga: CpC debate casas de chuto

9 de Janeiro 2017 Jornal Campeão: Droga: CpC debate casas de chuto

A eventual criação de salas de chuto em Coimbra vai ser debatida, quarta-feira (11), pelas 18h00, na rua do Moreno, por iniciativa do movimento CpC.

O movimento Cidadãos por Coimbra convidou Rocha Almeida (ARS/Centro), João Curto (presidente da Associação Portuguesa de Adictologia), Fernando Mendes (timoneiro do IREFREAPortugal, Instituto Europeu para o Estudo dos Factores de Risco em Crianças e Adolescentes) e Maria Jorge Ferro (psicóloga).

Segundo o movimento cívico, as salas de consumo assistido, comummente denominadas salas de chuto, são “uma resposta de redução de riscos e minimização de danos, que poderão trazer melhorias para a qualidade de vida dos consumidores de drogas por via injectável”.

Apesar de se tratar de “um tipo de resposta, essencialmente de aplicação local, previsto na legislação nacional, até ao momento, nenhuma cidade portuguesa foi capaz de a implementar”, assinala CpC, opinando que “a incapacidade de criar estas estruturas poderá estar relacionada com diversas resistências das comunidades locais e por receio dos agentes políticos”.

Para o movimento, a situação que se tem verificado na «Baixa» da cidade é merecedora de uma atenção especial e de procura de respostas específicas que alterem a situação e a percepção pública.