Coimbra  25 de Fevereiro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Dia Mundial do Ambiente: Nações Unidas quer ligar as pessoas à natureza

5 de Junho 2017 Jornal Campeão: Dia Mundial do Ambiente: Nações Unidas quer ligar as pessoas à natureza

Sair, apreciar e tirar proveito do melhor que a natureza tem para nos oferecer é o mote para as celebrações do Dia Mundial do Ambiente, que se assinala, hoje.

Celebrada desde 1972 e criado pela Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU), esta efeméride pretende chamar a atenção das sociedades sobre temas relevantes no âmbito do meio ambiente, além de incentivar a adopção de atitudes que ajudem a melhorar o planeta, que é de todos.

O tema escolhido pela ONU para este ano é “Conectar as pessoas com a natureza” e tem por objectivo levar os cidadãos a sair de casa, a apreciarem a beleza e a importância do meio ambiente, tendo em vista a mudança de atitudes para a preservação do planeta.

Este ano, o país escolhido para as celebrações oficiais será o Canadá, onde vão decorrer diversas acções, no sentido de levar as pessoas a reflectir sobre o seu papel na natureza e como, intimamente, o ser humano depende dela.

O Museu da Água de Coimbra associa-se à iniciativa através da oferta de sacos reutilizáveis aos visitantes que, durante o dia de hoje, passem pelo espaço museológico. Cada saco terá inscrito uma mensagem que incentiva ao consumo de água da torneira. Quem entrar no Museu da Água terá, ainda, a oportunidade de visitar a exposição “Coisas pequenas, feitas com amor”, de Rita Duque, patente até 25 de Junho.

A acção simbólica está integrada no âmbito do Dia Mundial do Ambiente mas, também, na Feira Cultural de Coimbra, que decorre até 11 de Junho no Parque da Cidade.

Neste sentido, a autarquia conimbricense acompanha as acções do Museu da Água, assinalando a efeméride com diversas actividades didácticas e de sensibilização.

Sejam jogos tradicionais ou mais recentes, todos eles surgem adaptados à temática ambiental, numa perspectiva educacional.

As iniciativas vão decorrer na margem esquerda do Parque Verde do Mondego, junto aos edifícios dos desportos náuticos, em dois períodos: das 09h30 às 12h00 e das 12h00 às 16h30. A programação é dirigida às escolas do 1.º ciclo inscritas no Programa Eco-Escolas e está prevista a distribuição de t-shirts alusivas ao dia.

Nestas actividades estão já confirmadas as participações de mais de 300 alunos de escolas de todo o concelho.

Para os mais novos, é proposta a participação em oito jogos. Um deles é o tradicional ‘Jogo da Macaca’, contudo, neste caso subordinado ao tema da remoção de dejectos caninos. Já o ‘Jogo do Galo’ surge adaptado ao tema da valorização de óleos alimentares usados e terá uma segunda variante, adaptada à valorização por compostagem.

Segue-se o ‘Código Verde’, um jogo que testa a rapidez e sabedoria na deposição correcta de resíduos, com ou sem valor, através da simulação de um circuito urbano pré-definido.

Outra das actividades é o tradicional ‘Jogo da Glória’, que também será diferente, uma vez que é adaptado à temática dos resíduos, com enfoque na redução da produção de resíduos na origem. Uma segunda versão deste jogo, que é também subordinada aos resíduos, mas com abordagem temática transversal (redução, acondicionamento e deposição, valorização, recolha de monos e monstros e limpeza urbana).

Já nos ‘Registos Fotográficos’, os participantes podem, após a realização das actividades, fazer fotografias com os vários adereços disponibilizados. Por último, o ‘Aqui há Saco!’, que pretende sensibilizar para o correcto acondicionamento de resíduos diferenciados e indiferenciados.

Já no caso da Águas do Centro Litoral (AdCL), a empresa vai associar o Dia Mundial da Criança ao Dia do Ambiente “em prol do (des)envolvimento sustentável”.

Para a empresa, estas efemérides tratam-se de “uma oportunidade para sensibilizar e informar desde os mais pequenos aos mais adultos sobre os fenómenos e os problemas que afectam actualmente as condições ambientais, sublinhando a importância da contribuição de cada cidadão no cumprimento dos seus deveres de cidadania, percebendo a responsabilidade que têm em cuidar do planeta e apoiando um desenvolvimento mais justo e sustentável”.

É, nesse sentido, que a AdCL se encontra a promover diversas acções de sensibilização na região Centro. Hoje, o Dia Mundial do Ambiente terá as suas celebrações na praia do Pedrogão; enquanto que entre amanhã (06) a 08 de Junho irá decorrer a “Semana da Educação”, no Município de Porto Mós.

Para que o trabalho de sensibilização das crianças seja permanente, a empresa recebe escolas nas suas estações de tratamento de águas residuais (ETAR), onde os alunos poderão ficar a conhecer como funcionam e os profissionais que lá trabalham diariamente para garantir o correcto tratamento de água residual.

Também o Município da Figueira da Foz vai celebrar o Dia Mundial do Ambiente, hoje, pelas 19h00, com a apresentação do livro “Serra da Boa Viagem, Dunas de Quiaios e Lavos, Ilha da Morraceira – Elementos da Flora”, de Rui Sousa, Graziela Carriço e J.M. Soares Pinto. A sessão vai ter lugar no parque municipal de campismo e a obra, segundo ao autores, trata-se de “uma primeira abordagem à flora” da Serra da Boa Viagem, da Ilha da Morraceira e das Dunas de Quiaios e Lavos”, podendo ser “um companheiro útil nas caminhadas de fim-de-semana, permitindo uma identificação mais fácil de algumas espécies florísticas”.