Coimbra  16 de Maio de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Detidos responsáveis por furtos em Montemor-o-Velho

11 de Fevereiro 2021 Jornal Campeão: Detidos responsáveis por furtos em Montemor-o-Velho

O Comando Territorial de Coimbra, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) deteve dois homens, de 31 e 37 anos, na passada quarta-feira (10) por furtos em residências, em Montemor-o-Velho.

Na sequência de uma investigação que decorria há cerca de um mês, na localidade de Caceira de Baixo, os militares da Guarda apuraram a identidade e a localização dos suspeitos, bem como o seu envolvimento em mais furtos, inclusive na igreja de Santana, no concelho da Figueira da Foz.

No decorrer das diligências policiais, foi dado cumprimento a seis mandados de busca domiciliária que levaram à recuperação de diversos artigos furtados em diferentes ocasiões.

Durante a acção foi apreendido diverso material, destacando-se dois ciclomotores; uma bicicleta de BTT; uma impressora multifunções; 110 medalhas desportivas (nacionais e internacionais); um cartão de prova desportiva com a identificação do titular.

Os detidos, com antecedentes criminais por furtos em estabelecimentos comerciais e em residências, foram constituídos arguidos e serão presentes hoje (11) ao Tribunal Judicial de Coimbra.

Altice Portugal reforça apoio à GNR com meios para uma proximidade entre idosos e famílias

Num claro reforço do compromisso que assume diariamente perante os portugueses, a Altice Portugal volta a aliar-se à Guarda Nacional Republicana (GNR) para oferecer a todos os comandos territoriais da GNR equipamentos e serviço de dados necessários para que milhares de idosos em todo o país possam manter-se próximos das suas famílias.

Numa altura em que a força das circunstâncias obriga os portugueses a permanecer em casa, a Altice Portugal vai colocar à disposição da GNR tablets e cartões de dados móveis que permitirão encurtar distâncias e promover o contacto, através de videochamadas, entre idosos que vivem sozinhos ou isolados e as suas famílias, no âmbito do programa “65 Longe+Perto” da GNR.

“É com grande orgulho que voltamos a colaborar com a GNR e com o trabalho que desenvolve em prol da sociedade, uma vez mais para uma iniciativa de proximidade, que nesta fase ganha contornos ainda mais importantes. Acreditamos que a tecnologia deve estar ao serviço de causas, de pessoas e da humanidade, e por isso no que cabe a disponibilizá-la indistintamente a todos os portugueses, não baixamos os braços. Aplaudo de pé esta iniciativa da GNR que vem demonstrar que conhece bem o território, defende-o e protege-o”, disse Alexandre Fonseca, presidente executivo da Altice Portugal,

O comandante-geral da Guarda Nacional Republicana, tenente-general Rui Clero, considera que “a continuidade desta parceria torna ainda maior a dimensão social do serviço que a Guarda vem prestando junto dos cerca de 42 000 idosos sinalizados como vivendo sozinhos, isolados ou sozinhos e isolados, em especial numa altura de elevada complexidade como aquela que o país atravessa”.

Através desta parceria, a GNR dispõe agora de mais meios para fortalecer o trabalho fundamental que desenvolve junto da população portuguesa, em particular junto das camadas mais vulneráveis, “que a propósito da crise pandémica que vivemos se veem muitas vezes privadas do contacto com os seus familiares”, sublinhou o tenente-general.

Depois de no último ano ter disponibilizado mais de quatro centenas de equipamentos e serviços tecnológicos a instituições de ensino, de saúde e de solidariedade social, a Altice Portugal “volta assim a deixar o seu contributo para a sociedade, numa iniciativa que beneficiará milhares de idosos em todo o país, e que deixa uma vez mais claro o compromisso da empresa perante a sociedade e os portugueses”.