Coimbra  7 de Julho de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Detida funcionária da PJ do Porto

17 de Janeiro 2017

Uma funcionária administrativa da PJ do Porto foi detida, ontem (segunda-feira), por alegado desvio de ouro apreendido, que se encontrava à guarda daquele órgão de polícia criminal.

Presente em Tribunal de Instrução Criminal, a funcionária foi suspensa, a título de medida de coacção, mediante proposta do Ministério Público, sem embargo de vir a ser sujeita a um processo do foro disciplinar.

A arguida está sob suspeita de autoria de crime de peculato.

Comete aquele crime o funcionário que ilegitimamente se apropriar, em proveito próprio ou de outra pessoa, de dinheiro ou de qualquer coisa móvel ou imóvel que lhe tenha sido entregue, esteja na sua posse ou lhe seja acessível em razão das respectivas funções.