Coimbra  5 de Dezembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Dança Moderna anima a noite de sábado na “Baixa”

13 de Setembro 2019

Um encontro de danças modernas, que envolve centenas de jovens, realiza-se amanhã (14), na “Baixa” de Coimbra, um evento promovido pela Associação Cultural e Recreativa de Coimbra (ACRC).

O coração da cidade vai acolher vários grupos de dança de todo o país, a partir das 21h00, esperando-se uma noite de muita música, dança e alegria.

A ACRC está a celebrar 40 anos de actividade ininterrupta e este é o segundo encontro que promove na “Baixa”, nestas noites de Verão.

“Vamos juntar na ‘Baixa’ grupos de várias zonas, que actuarão na praça 08 de Maio, pelo que esperamos um grande espectáculo e uma noite cheia de movimento”, realça o presidente da ACRC, Afonso Lázaro Pires.

Ao grupo anfitrião, o “The Season Flowers”, vão juntar-se dois grupos do Porto (“Sigma” e “Teenagers”), dois da Figueira da Foz (“Kolourdance” e “Grupistar”) e um de Sintra (“Jazz Bell”).

Recorde-se que o programa destas noites de Verão promovidas pela ACRC teve início a 03 de Agosto, com um grande Encontro de Concertinas, juntando cerca de 150 músicos e que atraiu centenas de visitantes.

Amanhã será a dança moderna e no sábado seguinte (21) realiza-se o Encontro de Tunas Populares.

Estes eventos, realizados em parceria com a Agência para a Promoção da Baixa de Coimbra (APBC) e Câmara de Coimbra, pretendem contribuir para a dinamização da “Baixa” e para a diversificação da sua oferta no que toca à animação.

Afonso Lázaro Pires espera que estas “sejam noites de festa também para quem visita a cidade” e que permitem “mostrar à cidade todas as actividades” que são desenvolvidas pela colectividade.

“São 40 anos de vida, sem interrupções, sempre a crescer e à espera de melhores instalações”, sublinha. A ACRC conta com “mais de 100 pessoas em todas as suas valências” – escola de concertinas, escola de música, escola de dança “The Season Flowers” e Tuna Mista do Areeiro.

Afonso Lázaro Pires espera que estes eventos no “coração” da cidade mostrem à comunidade o dinamismo da ACRC e o contributo que dá não só para a formação dos jovens como também para o “desenvolvimento social e cultural das populações”.

Para além destas três grandes realizações na “Baixa”, a ACRC tem ainda previstos outros eventos até ao final do ano e que se integram também nas comemorações dos seus 40 anos, sendo de destacar a realização do Festival Nacional de Dança Moderna, a 26 de Outubro, no auditório do

Instituto Português do Desporto e da Juventude (IPDJ), e uma gala de apresentação das suas actividades culturais e artísticas, a 07 de Dezembro, no mesmo espaço.

As celebrações terminam nessa noite, com um jantar de encerramento na Casa dos Pobres, uma instituição por quem, como sublinhou, esta colectividade nutre “particular respeito e carinho”.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com