Coimbra  30 de Maio de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

CUF alarga resposta à população com tele-consulta em várias especialidades

19 de Abril 2020 Jornal Campeão: CUF alarga resposta à população com tele-consulta em várias especialidades

O serviço de tele-consulta, que já está em funcionamento nos hospitais do grupo CUF, foi agora alargado a mais especialidades.

O objectivo é “garantir uma resposta cada vez mais eficaz às necessidades da população”, sendo possível, a partir de agora, “agendar consultas em tele-medicina nas diferentes especialidades, como Endocrinologia, Urologia, Ginecologia-Obstetrícia, Cardiologia, Neurocirurgia, Psicologia, entre outras”, revela o grupo de saúde.

A opção de tele-consulta, por videoconferência, está disponível desde o dia 24 de Março, tendo iniciado com as especialidades de Medicina Geral e Familiar, Medicina Interna e Pediatria.

Contudo, adianta o grupo, “face à actual situação de emergência de saúde pública, a CUF está empenhada em desenvolver soluções que permitam continuar a dar resposta às necessidades da população e assegurar a continuidade dos cuidados de saúde aos doentes habitualmente seguidos nas unidades CUF, evitando deslocações desnecessárias às unidades de saúde, sempre que a situação clínica o permita”.

“Neste contexto é fundamental que os doentes recorram ao seu médico sempre que necessário, seja por tele-consulta ou presencialmente se tal se justificar”, e, por isso mesmo, alerta o médico coordenador do serviço de Urologia do Hospital CUF, Ricardo Leão, “os imperativos desta pandemia não anularam a existência de outras patologias, também elas graves e a necessitar de assistência médica”.

Mas, acrescenta, “a necessária alteração dos cuidados de saúde resultou num insuficiente controlo de algumas patologias crónicas – com prováveis consequências a curto-médio prazo. Se por um lado é imperioso que as unidades de saúde disponibilizem meios que permitam a monitorização dos seus doentes crónicos e garantam a assistência a situações agudas, por outro, os doentes devem proactivamente contactar as suas unidades de saúde e solicitar avaliação médica”.

O médico reforça que “procurar resposta clínica é seguro”.

A CUF Coimbra reestruturou os circuitos e os protocolos de actuação de modo a reforçar a segurança de clientes e profissionais na unidade de saúde e disponibilizou, ainda, a possibilidade de prestar cuidados de saúde remotamente, por tele-consulta “o que permite diminuir as deslocações ao Hospital e, simultaneamente, dar resposta a uma população de doentes crónicos, mantendo planos de seguimento, monitorizando a terapêutica e avaliando a evolução da doença”, conclui Ricardo Leão.

Os clientes podem agendar tele-consultas para os médicos disponíveis nesta modalidade através do site, da app “My CUF” ou telefone. Para poderem realizar uma tele-consulta, os clientes devem assegurar que têm um dispositivo com câmara e microfone (smartphone, tablet ou computador) e ligação à Internet.

Em caso de necessidade, e após validação do seu médico, os clientes mantêm a possibilidade de agendar consultas urgentes e importantes de forma presencial.

No website da CUF, encontrará todas as informações necessárias sobre como pode marcar e aceder a uma tele-consulta.