Coimbra  15 de Julho de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Critical Software é essencial no controlo do foguetão Ariane 6

8 de Julho 2024 Jornal Campeão: Critical Software é essencial no controlo do foguetão Ariane 6

O Ariane 6, lançador europeu cujo software de telemetria foi desenvolvido pela empresa de Coimbra Critical Software, será lançado terça-feira, dia 9, momento que assinalará um marco significativo para a Europa, que voltará a ter autonomia estratégica de acesso ao espaço.

Este primeiro lançamento do Ariane 6 servirá como demonstração da sua versatilidade, colocando em órbita, entre outros, o ISTSat-1, o CubeSat do Instituto Superior Técnico, que se destaca como o primeiro satélite universitário totalmente desenvolvido e fabricado em Portugal, e o demonstrador Nyx Bikini, precursor do veículo de transporte para a Estação Espacial Internacional.

A partir do software desenvolvido pela Critical Software existem dois tipos de telemetria gerados: um para a monitorização do voo em tempo real e outro para o pós-processamento e análise da qualidade de voo.

Este software de telemetria agregará e processará, em apenas 5 milissegundos, a enorme quantidade de dados gerada pelos sensores “on-board”, em tempo real e de modo determinístico, garantindo que os constrangimentos e requisitos de transmissão são respeitados antes de os dados serem enviados. Assim, as estações de controlo terrestre poderão utilizar esses dados, que são essenciais para a monitorização e controlo das várias fases do lançamento. Além disso, esses dados permitirão a análise e correcção de eventuais falhas que possam comprometer o foguetão. A solução utiliza tecnologia “time-triggered ethernet” e é desenvolvida em ADA2012.

O lançador Ariane 6, um projecto marcante para a indústria espacial europeia, irá aumentar a periodicidade de lançamentos e reduzir para metade os custos dos serviços de lançamento. Este aspecto abrirá novas possibilidades para a Agência Espacial Europeia e criará opções sem precedentes para as empresas espaciais privadas explorarem oportunidades comerciais.

Para Diogo Amorim, Gestor de Desenvolvimento de Negócio na Critical Software, “este é um momento muito aguardado para o futuro da exploração espacial europeia e para a Critical Software, já que a renovada autonomia estratégica permite agora à indústria europeia iniciar um novo ciclo tecnológico que incluirá lançadores reutilizáveis e especializados, menor custo e forte concorrência”.

O Ariane 6 pertence a uma família de lançadores concebida para oferecer a máxima flexibilidade através da sua capacidade de colocar todos os tipos de cargas úteis numa órbita optimizada. Juntando especialistas internacionais, combina soluções comprovadas com inovação, a fim de responder às necessidades do mercado.