Coimbra  12 de Agosto de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Critical Software aposta no comércio online

29 de Julho 2020 Jornal Campeão: Critical Software aposta no comércio online

Com o objectivo de alinhar a estratégia das empresas com os processos digitais, de forma a optimizar recursos e proporcionar melhores experiências aos consumidores, a Critical Software, empresa especializada em soluções de software e serviços de engenharia para o suporte de sistemas críticos, apostou no sector do ‘e-commerce’, contando, já, com uma equipa de 70 pessoas.

Com projectos iniciados nesta indústria, a Critical Software vai actuar em eixos estratégicos das empresas que apostam em ‘e-commerce’ com o intuito de diminuir tempos de resposta, aumentar a automatização, realinhar processos em função das metas, desenhar estratégias de acordo com a recolha e análise de dados pertinentes, com recurso a ‘data analytics’ e inteligência artificial, e apoiar na segurança dos dados.

“A pandemia, que conduziu muitas empresas à adopção de canais digitais como pontos de venda, não veio gerar o nosso interesse no ‘e-commerce’, mas antes reforçar a nossa convicção de que este era o caminho a seguir”, afirmou Rui Gonçalves, um dos responsáveis por esta nova área de foco.

“A vontade já existia e o know-how [o saber] também. O sector é bastante atractivo e desafiante, principalmente numa altura em que as empresas verificaram o impacto que a digitalização de certos processos tem na sua operação. Neste sentido capitalizámos as experiências que já tínhamos nesta e noutras áreas para inovar dentro do ‘e-commerce’”, acrescentou o responsável.

A equipa da Critical Software pretende alcançar empresas nos mercados europeu e norte-americano, “onde os negócios e as sociedades são culturalmente mais próximos, mas também estão receptivos e procuram activamente novas soluções e experiências no digital que, por um lado, optimizem rotinas da empresa e, por outro, melhorem ou recriem por completo a experiência do consumidor”, concluiu.