Coimbra  20 de Setembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Covid-19: Jogo Académico Viseu-Académica Coimbra suspenso e Liga convoca médicos

12 de Setembro 2020 Jornal Campeão: Covid-19: Jogo Académico Viseu-Académica Coimbra suspenso e Liga convoca médicos

O jogo Académico de Viseu – Académica foi suspenso, devido aos casos positivos de covid-19 nos viseenses, anunciou a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), que convocou para hoje uma reunião com os médicos de todas as equipas.

“A Liga Portugal informa que o jogo relativo à 1.ª jornada da Liga Pro [II Liga], entre o Académico de Viseu e a Académica, marcado para as 11h00 deste sábado foi suspenso, por determinação da ACES [agrupamento de centros de saúde] Dão Lafões, em articulação com a DGS [Direcção-Geral da Saúde], depois de informado o departamento médico do Ac. Viseu”, lê-se no comunicado da Liga de clubes.

O organizador dos campeonatos profissionais informa que “esta decisão foi tomada após determinação dada pelo médico José Mota Faria, responsável da Autoridade de Saúde local, tendo em conta os três casos positivos de Covid-19 que existem no Académico de Viseu”.

“Este facto, aliado à situação epidemiológica do concelho de Viseu, onde se regista uma transmissão comunitária activa, levou à suspensão do jogo”, adianta a LPFP.

O organismo refere ainda que, “dada a urgência da situação, a Liga Portugal convocou os responsáveis médicos de todas as Sociedades Desportivas do futebol profissional, para uma reunião extraordinária, a realizar-se este sábado, às 10h00”.

“Mais se informa que na segunda-feira, pelas 15h00, a Liga Portugal terá uma reunião com o secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales”, concluiu o comunicado.

Este é o segundo encontro da primeira jornada da II Liga a ser afectado pela Covid-19, depois de o Feirense – Desportivo de Chaves ter sido adiado ontem, já com os jogadores preparados para o início.

Durante a manhã, o clube transmontano revelou que o médio Guzzo, o guarda-redes Samu e os treinadores adjuntos Pedro Machado e Tiago Castro testaram positivo à covid-19, embora estejam assintomáticos, e, à hora do pontapé de saída, chegou a informação de que o jogo não se deveria realizar.

Já com as duas equipas prontas para começar a partida, o árbitro João Gonçalves recebeu uma chamada telefónica e deslocou-se durante breves instantes ao túnel de acesso ao relvado, tendo, 27 minutos depois da hora prevista para o início, apitado para que os jogadores recolhessem ao balneário.