Coimbra  24 de Setembro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Covid-19: Generalidade do país passa a situação de alerta a 01 de Julho

25 de Junho 2020 Jornal Campeão: Covid-19: Generalidade do país passa a situação de alerta a 01 de Julho

A generalidade do país vai passar, a partir de 01 de Julho, para a situação de alerta devido à pandemia de covid-19. A excepção é a Área Metropolitana e Lisboa, confirmou, hoje (25), o primeiro-ministro, António Costa.

Após a reunião do Conselho de Ministros, António Costa avançou que para a maior parte do país vai passar de situação de calamidade para alerta, enquanto a Área Metropolitana de Lisboa (AML) passa para situação de contingência (nível intermédio) e 19 freguesias desta Área mantêm o estado de calamidade.

António Costa salientou, no entanto, que passar para situação de alerta “não significa retomar a normalidade pré-covid”.

Os supermercados e hipermercados da Área Metropolitana de Lisboa vão poder encerrar às 22h00, duas horas mais tarde do que a generalidade dos estabelecimentos comerciais, durante o estado de contingência que se inicia na segunda-feira nesta zona, segundo o Governo.

Numa conferência de Imprensa em Lisboa, após uma reunião do Conselho de Ministros, o chefe do Executivo, António Costa, anunciou que o estado de contingência para a Área Metropolitana de Lisboa (AML – actualmente em estado de calamidade, tal como o restante território continental) foi determinado por 15 dias, no âmbito da contenção da covid-19, implicando medidas mais restritivas.

O fecho generalizado dos estabelecimentos comerciais às 20:00 e a excepção aplicada aos restaurantes para serviços de refeições já eram conhecidas, mas foi agora determinada a possibilidade de os supermercados e hipermercados encerrarem às 22h00.

Além disso, foi também anunciado, não têm de respeitar o encerramento obrigatório às 20h00 os serviços de abastecimento de combustível, as farmácias, as funerárias, os equipamentos desportivos e clínicas, consultórios e veterinários.