Coimbra  20 de Setembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Consciência ecológica e aluguer de carros baratos: uma ligação possível

23 de Maio 2019

Não se é preciso ir muito longe, nem em questão de tempo ou geograficamente, para se notar os já devastadores efeitos das mudanças climáticas aceleradas pela humanidade no planeta Terra.

Há poucos meses atrás em Moçambique, uma tempestade avassaladora devastou o país deixando para trás um cenário de completa desolação. Enquanto isso, na Europa, todos os verões as ondas de calor deixam cada vez mais pessoas em situação vulnerável.

É por isso que um país como a Inglaterra, após uma maré de protestos realizada pelo movimento “Extinction Rebellion” (Rebelião da Extinção), resolveu declarar uma “emergência climática” perante aos perigos apresentados por essas mudanças que já comprometem vidas humanas.

Assim, é esperado que outros países sigam uma linha parecida, carregando como exemplo a própria Inglaterra. A Irlanda já o fez, e líderes da União Europeia já colocam o clima como um dos principais temas para discussão nos próximos cinco anos.

E alguns de nós queremos tomar as rédeas de algumas dessas iniciativas desde já, sem a necessidade de esperar uma acção governamental para tentar fazer a diferença e impedir que entremos numa situação irreversível – algo alertado tanto pelos protestantes do movimento que tomou as ruas da Grã-Bretanha, como também pelo consenso científico.

Para tanto, tomamos medidas que mudam nossos hábitos no dia-a-dia. Mudamos o uso de de palhinhas de plástico para os de papel biodegradável. Compramos mais produtos orgânicos que podem custar mais aos nossos bolsos, mas não contém agrotóxicos e outros agentes que poluem o solo e atmosfera. Trocamos até os nossos hábitos de condução, ao optar mais pelo transporte público ou até mesmo por caminhadas, em troca das viagens de carros.

Entretanto, para este último caso ainda é possível manter-se ecologicamente consciente. Em pesquisas de sítios na Internet de aluguer de carros como o ‘aluguerdecarrosbaratos.pt‘, é possível a opção por veículos eléctricos e híbridos com emissão zero ou bem próxima disso.

Logo, não é necessário sentir-se culpado caso algum impedimento de ordem pessoal não lhe permita optar directamente pelo transporte público, ou até mesmo pela compra de um carro eléctrico. O primeiro é um problema de ordem pública, com a cobertura do transporte muito dependente não só de demanda, mas também das condições do governo local de atendê-la. Já a segunda pode ser uma opção severamente cara para quem não tem fundos imediatos para tal investimento.

Pexels2

Fonte: Pexels

Nessa situação é que o aluguer de carros apresenta-se como um campo intermediário. Não só para necessidades locais, mas até mesmo externas, como em viagens pelo continente em que a mobilidade se faz necessária.

Mas mesmo com a mobilidade a ser a sua prioridade, não é preciso ainda abandonar a consciência ecológica. Por mais que, de facto, o Governo seja o principal agente de condução para mudanças, por meio de legislações para incentivar práticas positivas e punir as que afectam negativamente o meio-ambiente, no nível micro é mais do que possível já fazer alguns avanços.

E nem é preciso ir tão longe quanto se pensa inicialmente. Se a já célebre frase “seja a mudança que você quer ver no mundo” já era relevante, a cada dia que passa ela se mostra cada vez mais essencial em nossas vidas.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com