Coimbra  24 de Agosto de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Condeixa-a-Nova recebe gala das Confrarias Gastronómicas

14 de Dezembro 2018

Olga Cavaleiro, da Confraria da Doçaria Conventual de Tentúgal, foi reeleita presidente do Conselho Directivo da Federação 

A terceira edição da gala da Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas vai realizar-se, amanhã (sábado), em Condeixa-a-Nova, evento que acontece no final dos mandatos dos corpos sociais da FPCG.

Na cerimónia, além de se reconhecer o exercício de boas práticas na valorização e dignificação da gastronomia portuguesa, também se sublinha o esforço das confrarias naquilo que é a força do voluntariado que as suporta.

A gala, que terá lugar na Pousada de Condeixa, será marcada por três momentos diversos e contará com a presença do secretário de Estado das Florestas, Miguel Freitas, e do presidente da Câmara de Condeixa-a-Nova, Nuno Moita da Costa, entre outras individualidades.

O evento começará com a cerimónia de tomada de posse dos novos corpos sociais para o triénio 2019-2021, eleitos a 30 de Novembro, mantendo-se como presidente do Conselho Directivo a Confraria da Doçaria Conventual de Tentúgal, liderada por Olga Cavaleiro.

Após a tomada de posse, a Federação procederá à entrega da insígnia “Optimus Conviva” a Pedro Machado, presidente do Turismo Centro de Portugal., galardão que é a mais alta distinção atribuída pela Federação Portuguesa das Confrarias Gastronómicas.

“Decidimos atribuí-la a Pedro Machado como forma de reconhecimento colectivo a um amigo muito próximo das confrarias e que tem conseguido, com o seu empenho, colocar a gastronomia portuguesa em palcos maiores, reconhecendo, sempre, o grande esforço que é feito pelas confrarias em prol do desenvolvimento local”, refere Olga Cavaleiro.

O momento final do evento consistirá na atribuição do prémio Boas Práticas para a valorização da gastronomia à confraria gastronómica que, nos últimos três anos, mais se destacou em prol da gastronomia tradicional portuguesa.

“As confrarias gastronómicas são hoje muito mais do que associações que divulgam os seus produtos. São entidades multifacetadas que defendem e promovem a gastronomia enquanto produto turístico e elemento de desenvolvimento do território, que valorizam a actividade agrícola e que incentivam a componente educacional. Este prémio é um estímulo para as confrarias” – sublinha Olga Cavaleiro.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com