Coimbra  7 de Dezembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Concursos abertos para café, bar e livraria do Convento São Francisco

11 de Novembro 2019

A abertura dos concursos públicos para exploração do café e bar e livraria do Convento de S. Francisco, em Coimbra, foram votados, hoje, por unanimidade pelo executivo da Câmara Municipal.

Em funcionamento desde Abril de 2016, o Convento de S. Francisco poderá ter, agora, espaços de lazer e cultural há muito esperados, como o caso do “café-concerto” e bar do “foyer”, além de uma livraria.

O objectivo da autarquia passa por “aumentar a atractividade e as valências deste equipamento municipal de excelência, através da dinamização de dois espaços de restauração (café concerto e bar do foyer) para todo o público, independentemente de estar ligado ou não a actividades promovidas neste equipamento municipal”, explica a autarquia.

A base de licitação do concurso é de um valor mensal de 1 000 euros (a que acresce IVA à taxa legal em vigor) e o prazo a contratar é de cinco anos, renovável automaticamente por períodos de um ano até ao limite de cinco renovações.

No caso do café, pretende-se “um registo de dinâmica artística e cultural compatível com um ambiente tranquilo e que, para além do serviço de cafetaria e pastelaria, forneça refeições ligeiras de confecção pouco complexa, como saladas, sopas, hambúrgueres, tostas e outros snacks”, sublinha a autarquia. O horário de funcionamento será de segunda-feira a domingo, sem período de encerramento semanal, das 10h00 às 24h00.

Já o bar do “foyer” deverá dispor de um serviço de bebidas complementar ao café, para dar apoio aos eventos, pelo que terá um horário adequado à programação e encerrará 30 minutos após o seu fim.

A Câmara Municipal pretende, ainda, dotar o Convento de São Francisco com “um serviço de livraria de excelência, que disponha de um catálogo de publicações nacionais e internacionais, especializada nas temáticas ligadas à arte moderna e contemporânea, arquitectura, cinema, artes performativas, literatura, design, ilustração e turismo cultural”, cuja base de licitação do concurso é de um valor mensal de 100 euros (a que acresce IVA à taxa legal em vigor) e o prazo a contratar é de três anos, renovável automaticamente por períodos de um ano até ao limite de duas renovações. O futuro concessionário deverá “assegurar o funcionamento da livraria todos os dias da semana, no horário normal de funcionamento ao público e quando ocorram actividades no Convento São Francisco, estando previsto o encerramento semanal à segunda ou terça-feira”, nota a autarquia.

Estes procedimentos surgem na sequência da aprovação pela Assembleia Municipal, por proposta da Câmara de Coimbra, da abertura do procedimento com vista à atribuição do direito de exploração para estes espaços, ao abrigo da Lei n.º 75/2013, de 12 de Setembro, que aprovou o regime jurídico das autarquias locais.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com