Coimbra  31 de Maio de 2023 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Concerto solidário em Coimbra vai apoiar vítimas da guerra na Ucrânia

17 de Março 2022 Jornal Campeão: Concerto solidário em Coimbra vai apoiar vítimas da guerra na Ucrânia

Luís Costa, presidente da Câmara de Arganil e a representar a CIM, José Manuel Silva, presidente da Câmara de Coimbra, e Paulo Oliveira, presidente da Direcção do Coro dos Antigos Orfeonistas da Universidade de Coimbra

 

O Convento São Francisco, em Coimbra, vai ser palco de um concerto solidário, no domingo dia 25 de Março, cujo valor dos bilhetes e donativos reverterão para ajudar as vítimas da guerra na Ucrânia.

“Tomamos a decisão de organizar uma iniciativa percebendo que estávamos em presença de algo que iria ser, infelizmente, duradouro e algo que iria ter consequências terríveis, sobretudo para aquele povo que está na Ucrânia”, disse, esta quinta-feira, o presidente da Direcção do Coro dos Antigos Orfeonistas da Universidade de Coimbra, Paulo Oliveira, ao apresentar a iniciativa que organiza com o apoio da Câmara Municipal de Coimbra e da Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra.

O concerto solidário contará com as actuações de Ana Bacalhau, André Sardet, Cláudia Pascoal, Coro dos Antigos Orfeonistas da UC, Fado Coimbra (José Vilhena, Bruno Costa, Nuno Botelho), João Pedro Pais, Marco Rodrigues, Maria Inês Graça e Rita Guerra.

A iniciativa “Somos Todos Ucrânia – Estamos Juntos” conta ainda com a presença do artista plástico Nuno Pedreiro que, durante o espectáculo, vai estar a pintar um quadro que será leiloado, com o mesmo propósito de apoiar o povo ucraniano.

Vai também ser aberta uma conta solidária para a recolha de todos os apoios para ajudar as vítimas da guerra. “O valor que for obtido em resultado do espectáculo e todas as ofertas que conseguirmos obter será entregue à senhora embaixadora da Ucrânia”, acrescentou Paulo Oliveira.

“Esse valor destina-se exclusivamente para apoiar vítimas da guerra. Não se destina, de forma alguma, a envolver essa importância em quaisquer ações de natureza bélica” – frisou. O concerto vai ser transmitido em directo para a Ucrânia, acompanhado de tradução das intervenções ao vivo.

No final do espectáculo vai estar à venda espumante, que se tratava de uma exportação para a Ucrânia e que devido à guerra não foi possível efectuar, sendo por isso, a sua comercialização revertida com o mesmo propósito.

Os bilhetes, com o custo entre 10 e 15 euros, já estão à venda na bilheteira do Convento São Francisco (a funcionar de segunda-feira a domingo, entre as 15h00 e as 20h00) e estão também disponíveis ‘online’ nas plataformas BOL. O espectáculo terá a duração de cerca de “pouco mais de duas horas”, e terminará com o hino da Ucrânia.

O presidente da Câmara Municipal de Coimbra, José Manuel Silva, deu nota que, também no dia 25 de Março, está previsto outro concerto solidário – “Uma carrinha para a Ritinha” – no Conservatório de Música de Coimbra, e por isso, faz um apelo “muito particular à solidariedade de todos para encherem os dois concertos”.