Coimbra  20 de Setembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Concerto “Requiem em Ré menor” no Mosteiro de Santa Clara-a-Nova está esgotado

10 de Setembro 2021 Jornal Campeão: Concerto “Requiem em Ré menor” no Mosteiro de Santa Clara-a-Nova está esgotado

A obra “Requiem em Ré menor”, o compositor Mozart e os 111 intérpretes em palco não deixaram Coimbra indiferente, pois o concerto do próximo dia 12, no Mosteiro de Santa-Clara-a-Nova, encontra-se esgotado.

“O ‘Requiem em Ré menor (K. 626)’ é a última obra do compositor austríaco Wolfgang Amadeus Mozart, de 1791, sendo considerada uma das suas mais reconhecidas, não apenas pela música em si, mas também pelo debate em torno de qual parte desta missa fúnebre foi escrita pelo próprio Mozart. Encomendada pelo Conde Franz von Walsegg, foi deixada inacabada devido à morte do compositor, sendo completada posteriormente pela brilhante ousadia e coragem dos seus amigos e discípulos: Franz Xaver Süßmayr, Joseph Leopold Eybler e possivelmente Franz Jacob Freystädtler.  As ousadias da obra, do seu primeiro compositor e dos que mais tarde a finalizaram, permitiram que, intemporalmente, seja admirada vezes sem conta. Num tributo à gratidão e à coragem este concerto reconhece, agradece e retribui o grande esforço de todas as pessoas no enfrentamento dos desafios actuais da Humanidade”, disse em comunicado o Coro Sinfónico Inês de Castro, que apresenta este concerto, juntamente com a Associação Ecos do Passado.

“’Requiem’ de Mozart é uma das obras clássicas mais elogiadas de todos os tempos, sendo dividida em oito secções, com catorze andamentos que parecem traduzir uma escalada de sentimentos e emoções perante a perda e a morte, evocando a esperança na luz eterna”, acrescentou.

No concerto serão solistas Leonor Barbosa de Melo (soprano), Gisela Sachse (mezzo soprano), Marco Alves dos Santos (tenor) e Pedro Telles (barítono). O Coro Sinfónico Inês de Castro será acompanhado pela Orquestra Inês de Castro, sob a direcção artística do Maestro Artur Pinho Maria, curador do IX Ciclo de Requiem – Coimbra 2021. Regressa, assim, o Coro Sinfónico Inês de Castro ao panorama musical nacional, mais forte e resiliente após o forçado interregno das suas performances.

Organizado pela Associação Ecos do Passado, o ciclo de “Requiem” tem o apoio financeiro da Câmara Municipal de Coimbra e de outras entidades locais.