Coimbra  17 de Outubro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Comunicação social reforça cooperação China-Portugal

30 de Novembro 2018

O seminário “Diálogo e Cooperação China-Portugal nos Media”, que antecede a visita do presidente chinês na próxima semana ao nosso país, visou o aprofundamento conjunto das relações entre a comunicação social.

A iniciativa, que decorreu em Lisboa, a 26 de Novembro, debateu a melhoria do processo de produção de conteúdos, a ampliação dos meios de divulgação e a actualização tecnológica, a fim de a comunicação social ter maior competitividade.

Organizado pelo China Media Group e pela Associação Portuguesa de Imprensa, o seminário contou com a presença de uma centena de representantes dos media chinesas, como o Diário do Povo, a Agência Xinhua, o China Media Group, o Diário Guangming e o Diário Económico.

Durante o encontro realizaram-se discussões aprofundadas em conjunto com os representantes das principais organizações portuguesas de media, como a Associação Portuguesa de Imprensa, a RTP e a Agência Lusa, e dos países da língua portuguesa como o Brasil, Angola e Moçambique. Os dois lados abordaram questões como o fortalecimento da ligação de conceitos, estratégias e políticas de desenvolvimento, o reforço das cooperações de conteúdo, direito autoral e técnicas, e alcançaram um amplo consenso.

No seminário, o China Media Group assinou com a Associação Portuguesa de Imprensa o acordo de cooperações “Uma Faixa, uma Rota”, iniciativa do presidente chinês, Xi Jinping, que visa reactivar as vias diplomáticas e comerciais da rota da seda, que tem Macau como um dos pontos essenciais.

Visita do Presidente chinês

O Presidente chinês, Xi Jinping, que realiza para a semana uma visita de dois dias a Portugal, será recebido pelas principais figuras do Estado e assinará acordos nas áreas da cultura, ciência, agroindústria ou comércio.

Numa nota divulgada hoje pela Presidência portuguesa, é referido que Xi Jinping estará em Lisboa em 04 e 05 de Novembro, sendo recebido pelo homólogo, Marcelo Rebelo de Sousa, pelo presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, e pelo primeiro-ministro, António Costa.

“Está prevista a assinatura de um total de 19 instrumentos legais que culminam um processo de intensa negociação bilateral em áreas que vão da cultura à ciência e da agroindústria ao comércio”, acrescenta.

Segundo a mesma nota, o Presidente da República Popular da China estará acompanhado “de uma extensa delegação de alto nível”.

No poder desde 2013, esta será a primeira visita de Estado do Presidente Xi Jinping a Portugal e a terceira de um chefe de Estado chinês, depois de Jiang Zemin, em 1999, e de Hu Jintao, em 2010.

A nota da Presidência portuguesa refere que a visita, de que não detalha o programa, se desenrolará em Lisboa, ilustrando “a proximidade e a partilha entre os povos português e chinês ao longo de cinco séculos de História”.

A deslocação do chefe de Estado chinês a Lisboa ocorre a cerca de três meses do 40.º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticas entre Lisboa e Pequim.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com