Coimbra  31 de Maio de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Comissão de Utentes alerta para falta de médicos de família em Penacova

4 de Março 2020 Jornal Campeão: Comissão de Utentes alerta para falta de médicos de família em Penacova

Milhares de pessoas vão ficar sem médico de família em Penacova devido à aposentação de três destes profissionais, alertou, hoje (04), a Comissão de Utentes do Centro de Saúde local.

Neste sentido, a Comissão exige “a rápida resolução deste grave problema, colocando os recursos humanos necessários ao pleno funcionamento do Centro de Saúde”, que tinha nove médicos.

“Fala-se, ainda, que um quarto médico sairá do Centro de Saúde brevemente, colocando ainda mais utentes sem cuidados de saúde. No total, estas ausências deixarão mais de metade da população de Penacova sem cuidados de saúde de qualidade e proximidade”, refere, ainda, a Comissão.

Composto por várias extensões, o Centro de Saúde de Penacova serve 13 000 pessoas, num concelho com mais de 14 000 habitantes, “possibilitando no essencial uma cobertura de proximidade”.

“Este é um problema local, mas também central”, resultante da falta de colocação de médicos a nível nacional, disse, hoje, Isabel Bem-Haja, enfermeira que integra a Comissão de Utentes, à agência Lusa.

Em Janeiro, aposentou-se um médico, tendo ficado “cerca de 1 600 utentes sem médico de família”, referiu.

De acordo com a mesma Comissão, “na tentativa de solucionar o problema, alguns dos utentes foram distribuídos por outros médicos, tendo os restantes de recorrer à consulta aberta. Esta situação tem gerado grande descontentamento, pois dificulta a marcação de consultas e obriga alguns utentes que recorrem à consulta aberta a ir embora sem serem atendidos”.

Em Fevereiro, “mais dois médicos pediram a aposentação, o que a curto prazo resultará em mais 5 000 utentes sem médico de família”.