Coimbra  17 de Junho de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra / Viseu: Ex-autarca preconiza um nó na Ponte Velha

7 de Setembro 2017

O ex-autarca Pedro Curvelo (PSD) preconizou, hoje, que o traçado da auto-estrada Coimbra /Viseu
contemple um nó na Ponte Velha (entre Vila Nova de Poiares e Lousã).
Antigo candidato social-democrata à presidência da Câmara lousanense, o engenheiro pronunciou-
se, em 2015, no âmbito da fase do inquérito público desencadeado pela empresa Infra-estruturas de
Portugal (IP).
Nesse âmbito, o ex-vereador sugeriu a margem esquerda do Mondego para implantação do
itinerário da futura auto-estrada a jusante de Santa Comba Dão, em alternativa a um trajecto que
implicaria nova travessia do rio a montante da ponte da Portela (Coimbra).
“Muito satisfeito” com o aproveitamento, alegadamente feito pela IP, da opção por ele
recomendada, Pedro Curvelo opina que seria “um erro” a inexistência de um nó na Ponte Velha.
Tal localização, de acordo com o técnico, traduz-se em reforço da importância da variante a Foz de
Arouce e aproveitamento do esperado futuro itinerário da Estrada Nacional nº. 342 (no segmento
Lousã / Arganil, com passagem por Góis).
O ex-autarca lousanense, com 20 anos de dedicação a uma alternativa à EN 17, entende que, por
ocasião da implantação da A13 (Coimbra / Tomar), devida ter sido construída uma variante à
Estrada da Beira entre Portela do Mondego e Ponte Velha.
Para ele, havendo A13 e auto-estrada Coimbra / Viseu, seria incompreensível o Município da Lousã
e outros concelhos não beneficiarem por completo daquelas infra-estruturas.
Segundo Pedro Curvelo, o traçado através da margem esquerda do rio Mondego reduz a distância
entre Viseu e Lisboa, melhora as acessibilidades aos concelhos da sub-região do Pinhal Interior
Norte e potencia a utilização da A13 e do Itinerário Complementar nº. 06.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com