Coimbra  12 de Junho de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra viaja por paraísos naturais para despertar consciência ambiental

9 de Abril 2024 Jornal Campeão: Coimbra viaja por paraísos naturais para despertar consciência ambiental

Mais de 50 fotografias expostas no centro da cidade de Coimbra permitem viajar pelos grandes paraísos naturais do planeta com o intuito de despertar a consciência ambiental e a necessidade de se alterarem comportamentos.

“Esta exposição é uma viagem visual por diversos espaços naturais da terra, do Ártico à Antártida, passando por mares, bosques e desertos dos cinco continentes. Tem a dupla mensagem de mostrar a beleza das fotografias, mas também alertar para o facto de a manutenção das espécies depender de nós”, assinalou Jaume Martés, comissário da mostra.

A exposição “De Polo a Polo”, constituída por 52 imagens de diversos espaços naturais da terra, foi inaugurada ao final da manhã de hoje.

Instalada na Praça da República, um local natural de passagem da cidade de Coimbra, esta mostra é proveniente do arquivo da National Geographic Society e reúne trabalhos de 30 prestigiados fotógrafos de natureza, alguns deles vencedores de prémios como o Wildlife Photographer of the Year e o World Press Photo.

Esta é a quarta vez que está em exibição em Portugal e é obra de reconhecidos fotógrafos de natureza, como Frans Lanting, Steve Winter, Paul Nicklen e Tim Laman, entre outros.

Segundo Jaume Martés, esta mostra tem como objectivo sensibilizar para a importância de proteger o planeta e reflectir sobre os efeitos da elevada taxa de extinção de espécies e da destruição de habitats em resultado do estilo de vida do homem.

“Mais de metade da flora do mundo e mais de um terço da fauna vivem em apenas 2% da superfície terrestre, em habitats ameaçados. A perda de diversidade biológica é preocupante e está a aumentar rapidamente por causa da actividade do homem”, referiu.

Também o presidente da Câmara Municipal de Coimbra, José Manuel Silva, disse esperar que a selecção de fotografias desperte consciências e permita momentos de reflexão colectiva.

“Temos de mudar comportamentos para preservar a biodiversidade do planeta”, acrescentou.

Nesta ocasião, o autarca evidenciou que o seu executivo tem a preocupação de deixar a cidade de Coimbra mais verde do que a encontrou há cerca de dois anos e meio.

Para além de garantir que estão a ser plantadas três árvores por cada uma que é cortada, José Manuel Silva salientou ainda a contribuição que o MetroBus, “um metro em pneus totalmente eléctrico”, terá em termos ambientais.

“Teremos um sistema de transporte público em via dedicada, a mover-se em velocidade até superior aos automóveis e sem preocupação de horário, devido à frequência de circulação”, alegou.

A mostra, promovida pela Fundação “la Caixa” em colaboração com o BPI e a Câmara Municipal de Coimbra, poderá ser visitada até ao dia 10 de Maio.

“De Polo a Polo. Uma viagem aos grandes paraísos naturais com a National Geographic” está integrada no programa “Arte na rua”, da Fundação “la Caixa”.

Estará aberta 24 horas para visita livre, disponibilizando-se visitas de grupos escolares e outros grupos (mediante reserva através do número de telefone 215 562 495) e visitas comentadas para o público em geral (aos sábados, às 12h00, às 17h00 e às 18h00; e aos domingos, às 12h00, às 13h00 e às 17h00).