Coimbra  27 de Outubro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra vai ter centro de paraquedismo no Aeródromo Municipal Bissaya Barreto

10 de Abril 2021 Jornal Campeão: Coimbra vai ter centro de paraquedismo no Aeródromo Municipal Bissaya Barreto

O Aeródromo Municipal Bissaya Barreto (AMBB) vai acolher, entre 15 de Maio e 31 de Outubro, um centro de paraquedismo da empresa Skydive Portugal.

A Skydive Portugal é uma escola de paraquedismo de referência nacional, sediada em Évora, que forma centenas de alunos e realiza milhares de saltos e pretende expandir a sua actividade para o centro/norte do país, tendo escolhido a cidade de Coimbra e o seu aeródromo municipal para realizar essa expansão.

A proposta foi acolhida com interesse pela Câmara Municipal de Coimbra, tendo em conta que “será uma mais-valia para a promoção turística e para desenvolvimento socioeconómico da região, que acedeu ao pedido da empresa para, primeiramente, realizar a actividade num período experimental, de modo a poder avaliar os resultados e, no caso de corresponderem às expectativas, iniciar a época de 2022 já com instalações próprias no interior do aeródromo municipal”, disse o Executivo.

A empresar solicitou, ainda, à autarquia a autorização para colocar uma estrutura temporária com uma área de 200m2 para a dobragem dos equipamentos, e a respectiva isenção do pagamento das taxas devidas no âmbito da ocupação dessa área no interior do aeródromo, no valor de 3 247 euros (já com IVA incluído), bem como a autorização para colocar abastecimento próprio temporário no interior do aeródromo.

A Skydive assegura que com a instalação do centro de paraquedismo estará garantida a dinamização do AMBB e da cidade de Coimbra ao longo de todo o ano, a criação de postos de trabalho, a realização de provas nacionais e internacionais de paraquedismo, a elevação de Coimbra a centro nacional e internacional de paraquedismo, bem como a promoção da atividade turística no concelho. Caso o período experimental corra bem, a empresa pretende construir um hangar no aeródromo já em 2022, para poder receber o maior número possível de clientes em instalações mais adequadas para a prática da modalidade.

A Câmara Municipal considera que o desenvolvimento de um centro de paraquedismo no aeródromo representa uma mais-valia para a promoção turística da cidade e para desenvolvimento socioeconómico da região.

Refira-se que a Skydive Portugal é uma escola de referência nacional, que conta com técnicos credenciados e qualificados pela Federação Portuguesa de Paraquedismo (FPP), pela Federation Aeronautique Internationale (FAI) e pela USPA – United States Parachute Association. A empresa conta ainda com atletas reconhecidos pela Confederação do Desporto de Portugal, campeões nacionais e formadores reconhecidos internacionalmente. Em 2019, a Skydive Portugal prestou serviço a mais de 15 000 clientes, realizou 32 000 saltos e mais de 2 000 voos, sem registo de acidentes.