Coimbra  22 de Fevereiro de 2020 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra: União de Freguesias põe orçamento participativo a votação

31 de Agosto 2018

A saúde mental e o uso da bicicleta constam de duas das nove propostas em que os eleitores da União de Freguesias de Coimbra poderão votar no âmbito do orçamento participativo da autarquia.

Os cidadãos interessados poderão expressar-se votando, presencialmente, em Setembro, no bairro de Sousa Pinto, 37, no Edifício de Fernão de Magalhães, 1º. andar, na rua de Fernandes Tomás, 82 (às terças e quintas-feiras das 14h00 às 18h00) e na avenida de Fernão de Magalhães, 63 (às quartas e sextas das 15h00 às 19h00).

Trata-se da primeira iniciativa desta índole levada a cabo pela Junta presidida por João Francisco Campos, disponibilizando a autarquia o montante de 5 000 euros para um ou mais projectos.

“A quantidade de propostas nem é o melhor; a qualidade delas e a sua capacidade para, efectivamente, fazerem muito com pouco é grande e confirma o que este órgão executivo sempre pensou: temos de continuar a ouvir aqueles para quem trabalhamos”, assinala João Francisco.

A proposta A (António Quintans) tem por título “Uma página sobre a ‘Baixa’” e a B (Maria João Varela) visa a promoção da saúde mental através de “maior proximidade ao outro, prestando apoio a jovens, adultos e idosos”.

A criação de “uma nova abordagem aos temas que popularizam o património musical intimamente ligado à História dos bairros” é o objectivo preconizado por Pedro Ferrreira (C), assente na edição de um CD, cabendo a Teresa Arsénio (D) fazer a apologia do “Cheque animal”.

A proposta E (Diogo Valente) acena com a edição de um “Mercado tradicional de rua”, que dê a conhecer marcas e produtos, e a F (Flávia Fonseca) destina-se a dotar a sede da Junta da UFC e a Escola Secundária de Jaime Cortesão de desfibrilhador automático externo.

Rui Bandeirinha (G) aposta na promoção do uso da bicicleta mediante implantação de lugares de estacionamento na Universidade, junto à Sé Velha, no largo da Portagem e no Parque Verde do Mondego.

“Coimbra, a outra capital de Portugal” é o título sugerido por Inês Prazeres (H) com o intuito de ver editados um livro infantil e mega-posteres, para afixação nas salas de aulas, alusivos a factos históricos capazes de despertarem “interesse e orgulho” pela História da cidade. O projecto visa oferecer livros a todos os alunos a frequentar o primeiro ciclo do ensino básico no território da UFC.

A proposta I (Cláudia Antunes) acena com a criação de um concurso intitulado “ArtEnegy”, para que ocorra uma intervenção artística nos armários da EDP existentes numa das vias principais da Pedrulha.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com