Coimbra  16 de Maio de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra: Trouxemil sem electricidade teve “prenda” amarga no Natal e Fim de Ano

4 de Janeiro 2021 Jornal Campeão: Coimbra: Trouxemil sem electricidade teve “prenda” amarga no Natal e Fim de Ano

“Estranha coincidência” é como o presidente da União de Freguesias (UF) de Trouxemil e Torre de Vilela classifica a falta de electricidade que ocorreu na noite de Natal e de Fim de Ano, que afectou cerca de 60 por cento da população.

Em declarações ao “Campeão”, Horácio Costa diz esperar, ainda, uma explicação da EDP Distribuição para estas “anomalias” que causaram muitos transtornos na noite de 24 de Dezembro, entre as 19h00 e as 22h30 e no dia 31 de Dezembro, sensivelmente no mesmo período.

“Jantar à luz das velas é romântico, mas é preciso que haja jantar”, refere o autarca, lembrando os que, como ele, ficaram impossibilitados de fazer, a tempo e horas, as ceias de Natal e de Fim de Ano, devido à ausência de electricidade.

“É uma vergonha o que se passou e eu quero saber porquê”, afirma Horácio Costa, que formalizou uma queixa junto da EDP, em nome da Junta da União de Freguesias de Trouxemil e Torre de Vilela, com conhecimento da Câmara Municipal de Coimbra.

“Avarias acontecem, mas abrangendo a mesma área de Trouxemil e noites tão simbólicas já não me parece normal e torna esquisita a coincidência”, comenta o autarca, assinalando que nem estava a chover copiosamente, nem fazia vento forte. E os telefonemas para dar conta da avaria à EDP levaram uma hora de espera, para no fim ficar a saber que foi registada a anomalia.

Imagine-se o transtorno das pessoas de Trouxemil, que se preparavam para fazer a ceia de Natal, ou o repasto de fim de ano, e as placas e fornos eléctricos não funcionavam, as casas estavam às escuras, os aquecedores frios e as caldeiras sem energia para se ligarem e aquecerem a água para os bebés tomarem banho.

“Não acredito em bruxas, muito menos em coincidências estranhas, mas que as há… há”, comenta Horácio Costa, lamentando que neste tempo em que as pessoas estão confinadas, devido à pandemia, ainda tenham sofrido com a falta de aconchego no seu lar.

O “Campeão” questionou hoje a EDP sobre a situação descrita e aguarda um esclarecimento.