Coimbra  20 de Setembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra: Repavimentação condiciona trânsito a 2 de Agosto no Miradouro da Bela Vista

30 de Julho 2021 Jornal Campeão: Coimbra: Repavimentação condiciona trânsito a 2 de Agosto no Miradouro da Bela Vista

A repavimentação da via, no âmbito da empreitada de construção do Miradouro da Bela Vista, vai obrigar a condicionamentos de trânsito na rua Vale de Canas, ao final do dia 2 de Agosto.

A partir das 15h00, iniciam-se trabalhos que obrigam ao condicionamento do trânsito, que será totalmente cortado das 19h00 às 22h00 para permitir a boa execução dos trabalhos de repavimentação da via, assim como a segurança de trabalhadores e automobilistas. Os desvios de trânsito estarão devidamente identificados no local.

A Câmara Municipal de Coimbra criou um novo miradouro panorâmico na Freguesia de Santo António dos Olivais. A empreitada englobou ainda a melhoria da circulação pedonal, a remodelação da iluminação pública e o alargamento da via para criação de estacionamento e de integração da paragem de autocarros.

Os desvios de trânsito estarão devidamente identificados no local, sendo este desviado no entroncamento da rua de Vale de Canas com a rua Eládio Alle Alvarez, passando pela rua António Neves da Costa e pela rua Poço de Água, terminando novamente na rua Vale de Canas. A circulação de veículos pesados será regulada com recurso a semáforos.

Este novo miradouro permite uma vista sobranceira da cidade, no Picoto dos Barbados, com um ângulo Nascente-Poente. A empreitada incluiu a melhoria da circulação pedonal, desde a curva seguinte ao Reservatório de Água, na rua Vale de Canas, até ao início da Mata Nacional, na rua da Lagoa. A iluminação pública, com a respectiva remodelação de ligações no subsolo, também foi requalificada.

O objectivo é valorizar o percurso que liga a cidade de Coimbra à Mata Nacional de Vale de Canas, sendo este um local de grande afluência, nomeadamente relacionada com a fruição ambiental e de exercício físico.

O miradouro consistiu na criação de um conjunto urbano composto por uma pérgula e guarda metálica semitransparente, intercalado com bancos virados para a paisagem. A empreitada incluiu a construção de muros de suporte, ligeiramente avançados sobre a encosta, permitindo um espaço pedonal amplo, alguns lugares de estacionamento e a integração da paragem do autocarro que actualmente existe ligeiramente abaixo.

A pérgula terá vegetação trepadeira por forma a criar alguma sombra, especialmente em dias mais quentes, bem como dois tipos de iluminação. Uma iluminação de menor intensidade associada às vigas horizontais sobre a guarda metálica e outra iluminação a ladear a pérgula.