Coimbra  20 de Julho de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra recebe primeiro Festival de Coros

26 de Junho 2019

A União das Freguesias de Coimbra volta a dinamizar a cidade com a promoção de mais uma iniciativa, desta vez um Festival de Coros a realizar-se sábado (29) e domingo (30).

Este é o primeiro Festival de Coros que se realiza em Coimbra e está inserido nas comemorações dos 900 anos de Almedina.

“Apesar dos vários encontros de coros que já existiram na cidade, este é o primeiro festival porque queremos continuar a realizar o segundo, terceiro, ao longo dos anos”, explicou João Francisco Campos, presidente da União das Freguesias de Coimbra, durante a apresentação do festival que decorreu hoje (26), no Museu Nacional Machado de Castro.

No primeiro dia, sábado (29), o evento decorrerá no Museu Nacional Machado de Castro, pelas 18h30, e vai ser composto pela actuação de quatro grupos da cidade: o Coro dos Antigos Orfeonistas da Universidade de Coimbra; o Choral Poliphonico de Coimbra; o Coro dos Pequenos Cantores; e o Coro Misto da Universidade de Coimbra.

Já no domingo (30) o festival será realizado na Igreja de São Salvador, também em Coimbra, novamente pelas 18h30, e conta com mais quatro coros: Grupo Vocal Ad Libitum; Coro Carlos Seixas; Coro D. Pedro de Cristo; e para finalizar o Chorus Ingenium.

As entradas são gratuitas, numa iniciativa aberta a toda a comunidade, à qual a União de Freguesias espera “que toda a gente adira, até porque são coros extremamente conceituados e que garantem, à partida, espectáculos de alta qualidade”.

A União das Freguesias de Coimbra conta com o apoio do Museu Machado de Castro e a colaboração de todos os coros participantes na organização do evento.

Segundo Manuel Rebanda, do Coro dos Antigos Orfeonistas da Universidade de Coimbra, este é um evento de elevada importância para a região, esperando “que este seja um passo importante para a cidade abraçar outro tipo de iniciativas deste género, nomeadamente os encontros internacionais de coros”.

“Os coros são um cartaz turístico interessante que levam visitantes às cidade, e Coimbra tem uma quantidade imensa de locais propícios a concertos corais”, avança Manuel Rebanda, afirmando, ainda, que “os festivais e encontros iriam trazer movimento, alegria e pessoas à cidade de Coimbra”. “Desta forma a cidade faria jus ao facto de ter sido a origem de uma das mais conceituadas escolas de polifonia, a Escola de Santa Cruz de Coimbra”, acrescenta.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com