Coimbra  22 de Setembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra: PSD e CDS abrem coligação a vários concelhos do distrito

24 de Fevereiro 2017 Jornal Campeão: Coimbra: PSD e CDS abrem coligação a vários concelhos do distrito

O acordo entre PSD e CDS-PP para concorrerem em coligação no concelho de Coimbra, nas próximas eleições autárquicas, vai estender-se a Condeixa-a-Nova, Góis, Miranda do Corvo e Montemor-o-Velho.

O documento assinado, hoje, pelos líderes distritais do PSD, Maurício Marques, e do CDS-PP, Luís Lagos, numa sessão no Hotel D. Luís, em Coimbra, está aberto a que as coligações abranjam todos os concelhos onde os respectivos órgãos partidários assim acordarem.

O presidente distrital social-democrata deseja que a coligação alcance a vitória na maioria dos 17 concelhos (o PSD lidera cinco Câmaras), constituindo uma “verdadeira alternativa” ao PS e, no que refere ao Município de Coimbra, para que termine “uma gestão autárquica pouco transparente, sem inovação e afastada da sociedade”.

O líder centrista Luís Lagos afirmou que esta é “uma oportunidade de dar um tiro na ‘geringonça’ e a uma gestão autárquica de Manuel Machado, na Câmara de Coimbra, pautada “pelo amiguismo, pela facilidade”.

Ambos consideram que “as capelinhas não permitem a Coimbra ter a dimensão que lhe é devida” e acusam a Comunidade Intermunicipal da Região de Coimbra de “não ser um motor de desenvolvimento”, onde “nem os autarcas socialistas se entendem entre si”.

Maurício Marques, adiantou, ainda, que o acordo de coligação está aberto ao PPM e ao Partido da Terra, também à integração de independentes e, mesmo ao nível das freguesias, a opção é por “candidatar os melhores”.