Coimbra  15 de Outubro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra: Prisão preventiva para bombeiro incendiário

16 de Junho 2017

Um jovem, bombeiro voluntário, foi posto em prisão preventiva, sob suspeita de ter ateado cinco focos de incêndio florestal no concelho de Coimbra, revelou, hoje, a Polícia Judiciária.

A aplicação da mais severa das medidas de coacção, sob proposta do Ministério Público, é da competência de um juiz de instrução criminal.

Face à frequência e à potencial gravidade da generalidade deste tipo de actos criminosos, as autoridades judiciárias têm vindo a revelar-se implacáveis com os arguidos, sujeitando-os a medidas de coacção mais exigentes do que as outrora aplicadas.

Os alegados crimes ocorreram entre 04 de Abril e 25 de Maio.

O arguido, estudante, com dificuldade de aprendizagem, 19 anos de idade, foi detido ao abrigo de mandado emitido pelo Ministério Público e residia na Zona Norte do Município de Coimbra.

Os incêndios deflagraram em terreno com mato, eucaliptos e pinheiros.

As chamas devastaram uma área aproximada a 20 000 metros quadrados (dois hectares), só não tendo atingido maiores proporções devido à pronta intervenção de corporações de bombeiros, disse fonte policial ao “Campeão”.

Presume-se que o arguido ateou os focos utilizando chama directa (isqueiro) e que terá agido num quadro de atracção pelo fogo e pelo desejo de intervir no combate às labaredas.

 

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com