Coimbra  17 de Junho de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra prepara primeiro Encontro literário

18 de Maio 2021 Jornal Campeão: Coimbra prepara primeiro Encontro literário

Coimbra prepara-se para organizar a primeira edição do Encontro Literário Internacional “Cidades Invisíveis” que irá decorrer entre os dias 26 a 29 de Maio.

A iniciativa da Câmara Municipal (CM) de Coimbra, que pretende perpetuar o vínculo histórico entre a cidade e a literatura e que faz parte da programação da candidatura de Coimbra a Capital Europeia da Cultura em 2027, incluirá debates, mesas redondas, exposições, um momento de ‘poetry slam’, entre outros.

O I Encontro Literário Internacional “Cidades Invisíveis” vai decorrer em diversos espaços de Coimbra, do Convento São Francisco à Quinta das Lágrimas, passando pela Casa-Museu Miguel Torga, com algumas iniciativas a terem lugar ao ar livre, nas ruas do concelho. O objectivo principal do evento, que decorrerá anualmente e contará com uma cidade convidada por edição, é percorrer as relações múltiplas entre a cidade e a literatura, de acordo com a convicção de Italo Calvino: “a cidade não conta o seu passado, contém-no como as linhas da mão”.

Santiago de Compostela, cidade geminada e com uma ligação histórica a Coimbra, foi a escolhida para o ano de lançamento do encontro. Entre os autores convidados estão os portugueses Francisco Duarte Mangas, José Manuel Mendes, Marlene Ferraz, Vasco Pereira da Costa, Viale Moutinho e, ainda, Teolinda Gersão, a quem será prestada uma homenagem pelos 40 anos de carreira.

A Câmara Municipal de Coimbra vai atribuir a Medalha de Mérito Cultural Grau Ouro à escritora Teolinda Gersão, escritora com enorme relevância cultural no panorama literário nacional e que nasceu em Coimbra, em 1940.

De Santiago de Compostela, participarão os escritores galegos Cesáreo Sánchez Iglesias, presidente da Associação Galega de Escritores, Elias Torres Feijó, Susana Sánchez Arins, Teresa Moure e, ainda, Carlos Quiroga, que realizará uma residência literária na Casa da Escrita, dedicando-se a um projecto literário, e participará nas actividades regulares da cidade.