Coimbra  24 de Julho de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra: Podas cirúrgicas nos plátanos do Parque Manuel Braga iniciam-se hoje

26 de Maio 2021 Jornal Campeão: Coimbra: Podas cirúrgicas nos plátanos do Parque Manuel Braga iniciam-se hoje

No âmbito da empreitada em curso de requalificação do Parque Manuel Braga, iniciam-se hoje as podas cirúrgicas nos plátanos à beira-rio, segundo anuncia a Câmara de Coimbra.

O objectivo da intervenção, a cargo de arborista devidamente habilitado contratado pelo empreiteiro, é permitir estabilizar os muros da margem ribeirinha sem que esta solução cause danos irreversíveis nestas árvores que marcam a paisagem urbana deste jardim municipal.

O braço da máquina de estacas tem um alcance de cerca de 9m, e as estacas irão ser cravadas na frente ribeirinha, entre o alinhamento de plátanos e o rio. Para permitir o acesso dos equipamentos de perfuração será necessário proceder ao corte de ramos e pernadas, o qual irá ser realizado por uma empresa subcontratada pelo empreiteiro da obra, sendo arborista devidamente habilitado.

Estas podas cirúrgicas têm como objectivo elevar a copa de modo a evitar danos irreversíveis na integridade estrutural da árvore uma vez que evita riscos de arranque ou quebra acidental de pernadas estruturais e é uma medida prevista em caderno de encargos.

O talude junto aos plátanos está a ser intervencionado com vista à estabilização das margens do Mondego. No âmbito desta intervenção, está a ser realizada uma contínua monitorização dos trabalhos, de forma a que não interfiram com os plátanos.

Os plátanos foram reavaliados em fase de obra, confirmando a avaliação feita em fase de projecto. Estas avaliações são realizadas com o objectivo de identificar, entre outros, potenciais riscos para pessoas e bens decorrentes da condição fitossanitária e estrutural do arvoredo avaliado, bem como da viabilidade do mesmo perante a intervenção prevista, apresentando propostas de intervenção com vista à minimização dos impactos desta intervenção. Uma parte significativa dos plátanos apresenta-se com o tronco inclinado, copa desequilibrada para o lado do rio. É também frequente a presença de cancros e podridão nas pernadas com gravidade variável.

Em obra já foram previstas adaptações com vista a integrar medidas de mitigação do impacto da obra nos plátanos, tais como alteração da profundidade de escavação na zona radicular e integração de elementos de arejamento ao longo da laje de encabeçamento das microestacas.

Recorde-se que no âmbito desta empreitada serão posteriormente plantadas 55 novas árvores em todo o parque, que está a ser reabilitado, para além da requalificação do coreto, num investimento superior a 4,8 milhões de euros, financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

A requalificação do Parque Manuel Braga que está em curso visa melhorar o estado de conservação deste jardim municipal e estabilizar os muros da orla ribeirinha em toda a sua extensão.

A obra está a cargo da empresa ABB – Alexandre Barbosa Borges, S.A., que venceu o concurso público, enquadra-se no Plano de Acção de Regeneração Urbana do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano de Coimbra.

Recorde-se que esta empreitada prevê, ainda, entre outras operações, a requalificação paisagística do parque com a substituição e plantação de espécies vegetais, a estabilização das estruturas de contenção da margem do rio, a demolição de algumas construções existentes e a construção de um novo quiosque e de instalações sanitárias, a recuperação e requalificação de pavimentos e mobiliário urbano (tais como bancos, papeleiras, sinalética), a renovação da rede de drenagem, nova iluminação pública e cénica para reforço da segurança, a reabilitação do coreto, o restauro da estatuária e a instalação de um sistema de som e luz não invasivo, em harmonia com o espaço envolvente.

No decorrer da empreitada vão ser plantadas 55 novas árvores, de 19 espécies diferentes, designadamente plátano, tília, azevinho, magnólia, tulipeiro, ácer, cipreste-português (também conhecido como cedro-do-buçaco), carpino, olaia, acácia, sequoia-vermelha, cica, tuia, abeto e washingtónia (palmeira), entre outras.