Coimbra  15 de Setembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra: Jardim Botânico reabre na sexta-feira

31 de Outubro 2018

O Jardim Botânico da Universidade de Coimbra (JBUC) vai reabrir na sexta-feira depois de ter estado encerrado desde o dia 13 devido à passagem da tempestade Leslie, disse, hoje, aquela instituição.

Apesar de o jardim reabrir na sexta-feira, a mata dentro do complexo continuará encerrada ao público, informou o JBUC, que esclarece que as entradas para o jardim decorrerão através dos portões dos Arcos, Brotero ou Vandelli.

O director do Botânico, António Gouveia, afirmou à agência Lusa que o jardim contabilizou um prejuízo superior a meio milhão de euros, face à necessidade de recuperação de muros, gradeamentos, pilares, pavimentações e estruturas de água, bem como os trabalhos que serão necessários em termos paisagísticos para a requalificação da colecção de plantas do espaço.

O Jardim Botânico sofreu graves danos após a passagem da tempestade Leslie por Coimbra, com os fortes ventos a danificarem várias plantas daquele espaço, nomeadamente a figueira estranguladora, uma árvore de grande porte com mais de 130 anos e que é um dos símbolos daquele jardim.

De acordo com o director, os trabalhos de limpeza começaram pelo jardim, sendo que agora está a trabalhar-se de forma mais intensa na mata, que espera poder abrir daqui a uma semana.

“Conseguimos pôr o jardim funcional e grande parte da mata já está circulável, mas, para garantir a total de segurança de pessoas e veículos, é preciso terminar esse trabalho”, esclareceu.

Mais de 20 árvores caíram ou tiveram que ser imediatamente abatidas e mais de uma centena de plantas ficaram danificadas, referiu.

“Há árvores que tiveram que levar podas de conformação bastante grandes e que ficaram um pouco diferentes”, notou, sublinhando que o Jardim Botânico optou por manter a maioria das árvores, mesmo as mais afectadas, para lhes dar a oportunidade de recuperarem da tempestade.

“A ideia agora é começar a plantar coisas novas e começar a pensar o jardim do futuro”, vincou António Gouveia.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com