Coimbra  5 de Dezembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra: ISEC lança curso de manutenção de aviões

5 de Setembro 2019

O Instituto Superior de Engenharia de Coimbra ( ISEC) vai abrir, em 30 de Setembro, o Curso Técnico de Manutenção de Aeronaves, uma formação certificada de seis anos.

Conforme refere o ISEC, este curso dará acesso a um mercado com 100 por cento de empregabilidade em todo o mundo e cujos salários médios, por mês, oscilam entre os 8 000 e os 9 000 euros.

O Instituto Superior de Engenharia de Coimbra tem como parceiro aeronáutico a academia de aviação Sevenair, com o curso, certificado pelas autoridades nacional e europeia da aviação civil, a ter um ano de formação em sala de aula e cinco de estágio remunerado obrigatório em empresas de manutenção aeronáutica.

“Lançámos este curso porque o mercado da aeronáutica é um dos que vai ter um maior crescimento nos próximos anos, quer a nível nacional, quer a nível europeu, quer a nível mundial: a procura de técnicos nesta área e os seus salários estão a aumentar a um ritmo acelerado”, afirma Mário Velindro, presidente do ISEC.

“A mobilidade aérea é hoje um elemento central na cidadania dos jovens de todo o mundo, tanto para estudarem, como para trabalharem ou fazerem férias. Os aviões vão continuar, por isso, a ser alvo de uma forte procura” – acrescenta.

A Airbus e a Boeing – os maiores fabricantes do mundo de aviões de longo e médio curso – prevêem fabricar 30 000 novas unidades até 2029/2030. Como cada avião requer, em média, uma equipa de manutenção de 12 técnicos, isso significa que o mercado mundial irá necessitar de mais de 360 000 novos técnicos na próxima década.

Este curso do ISEC terá seis anos de duração: o primeiro é de formação teórica em sala de aula, nas instalações do ISEC, e os restantes cinco anos serão de estágio remunerado obrigatório.

A Ogma, a Ryanair, a Hi Fly e a Helibravo – empresas da indústria aeronáutica em Portugal – serão algumas das que os estudantes irão estagiar. O curso é certificado pela Autoridade Nacional da Aviação Civil – ANAC e cumpre todos os regulamentos da EASA – Agência Europeia para a Segurança da Aviação.

“O parceiro aeronáutico do ISEC neste curso é a Sevenair, a academia portuguesa de formação de pilotos e de técnicos de manutenção aeronáutica, uma entidade com muita experiência na formação nesta área”, afirma Mário Velindro.

“O curso vai ser muito exigente, uma vez que as condições colocadas, quer pela ANAC, quer pela EASA, também o são”. Uma dessas exigências é, desde logo, segundo o presidente do ISEC, que nenhuma turma tenha mais do que 25 alunos.

Um técnico de manutenção de Aeronaves realiza e verifica a manutenção preventiva e correctiva de aeronaves, identificando as suas falhas e eventuais anomalias. Deverá, também, substituir e afinar, de forma eficaz, o equipamento e os componentes dos sistemas eléctricos, mecânicos e estruturais.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com