Coimbra  25 de Setembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra: Instrutor de artes marciais é candidato do PNR à Câmara

3 de Fevereiro 2017 Jornal Campeão: Coimbra: Instrutor de artes marciais é candidato do PNR à Câmara

O instrutor de artes marciais e consultor de segurança Vítor Ramalho é o candidato do Partido Nacional Renovador (PNR) à Câmara de Coimbra, segundo anunciou, hoje, o partido, que concorre pela primeira vez às eleições autárquicas neste concelho.

Residente em Cantanhede, Vítor Ramalho, que nas últimas eleições autárquicas concorreu à Câmara de Aveiro, possui os cursos geral do comércio e complementar de contabilidade e administração e frequentou a Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, “curso que não completou, optando antes por seguir a carreira militar”, refere uma nota do partido.

Actualmente, a sua “actividade principal é dar aulas” de artes marciais, particularmente karaté, disse hoje o próprio à agência Lusa, adiantando que também faz “consultadoria de segurança”, sector a que se dedicou depois de ter deixado a vida militar, à qual esteve ligado, durante cerca de 10 anos, como oficial miliciano, adiantou.

Como instrutor de artes marciais, Vítor Ramalho, de 61 anos, é “detentor de uma das mais altas graduações em Portugal”, sublinha o PNR, na mesma nota e na qual anuncia ter sido este o nome escolhido para liderar a lista do partido à Câmara de Coimbra.

O PNR revela, ainda, que também vai apresentar candidatura à Assembleia Municipal de Coimbra e à Junta de Freguesia de Santo António dos Olivais e, eventualmente, a outras freguesias do concelho.

“Coimbra já foi capital da zona Centro, mas neste momento está ultrapassada”, afirma Vítor Ramalho, salientando que a recolocação da cidade nessa posição será uma das suas principais preocupações, se for eleito.

“Trazer a Universidade para Coimbra”, fazendo com que ela deixe de “estar de costas voltadas” para a cidade, é outro dos objectivos da candidatura de Vítor Ramalho, que também quer, por outro lado, fazer com que a “Baixa” “volte a ter vida” (se os centros históricos de outras cidades “têm vida por que não tem o de Coimbra”, questiona).

Vítor Ramalho também quer “conquistar indústrias de ponta para Coimbra”, “criar emprego” e a reactivação das linhas ferroviárias dos ramais da Lousã (Serpins – Coimbra) e de Pampilhosa (Coimbra – Figueira da Foz).

A Câmara de Coimbra é actualmente liderada pelo PS, com cinco eleitos, sendo a coligação PSD/PPM/MPT a segunda força política mais representada, com quatro eleitos, enquanto a CDU e o movimento Cidadãos por Coimbra (CpC) têm um vereador cada.