Coimbra  20 de Abril de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra inaugura Balcão da Inclusão e torna-se “cidade ainda mais inclusiva”

7 de Junho 2023 Jornal Campeão: Coimbra inaugura Balcão da Inclusão e torna-se “cidade ainda mais inclusiva”

A Câmara Municipal de Coimbra garantiu hoje que continua a “abrir portas à inclusão”, com a inauguração de um balcão no Mercado Municipal D. Pedro V que vem preencher “uma lacuna social e dos serviços da autarquia”.

“A abertura de um balcão da inclusão, em conjunto com o Instituto Nacional da Reabilitação, é, naturalmente, preencher uma lacuna social e uma lacuna nos serviços da Câmara. Sentimo-nos muito gratificados por esta oportunidade de dar um sinal claro da sociedade inclusiva que pretendemos”, destacou o presidente da Câmara Municipal de Coimbra, José Manuel Silva.

A Câmara Municipal de Coimbra inaugurou hoje de manhã o Balcão da Inclusão, que visa prestar informação e mediação às pessoas com deficiência ou incapacidade e às suas famílias, bem como a organizações e outros que directa ou indirectamente intervêm na área da deficiência.

Localizado no último piso do Mercado Municipal D. Pedro V, no espaço de atendimento, trata-se de um serviço que pretende, essencialmente, dar resposta a assuntos relacionados com os direitos e deveres das pessoas com deficiência no domínio das competências da Câmara Municipal e, de uma forma geral, informar, orientar e encaminhar para respostas adequadas a cada situação.

Durante a inauguração do Balcão da Inclusão do Município de Coimbra, José Manuel Silva evidenciou que este balcão destina-se a “pessoas especiais e que precisam de uma abordagem especial, por vezes, particularmente simpática, carinhosa e paciente”.

“É muito importante estarmos a dar este sinal, porque Coimbra, como noutras oportunidades, é uma cidade inclusiva e queremos tratar todos os cidadãos e todas as cidadãs da mesma maneira. Com o mesmo respeito, com sentido de igualdade e de proporcionalidade, dando a resposta a cada uma consoante as suas necessidades, ou seja, com equidade”, sustentou.

Já a vereadora da Acção Social, Ana Cortez Vaz, apontou que Coimbra era um dos poucos municípios que não tinha um balcão da inclusão.

“Existe um Balcão da Inclusão na Segurança Social e sempre se achou que era desnecessário que a Câmara Municipal tivesse. Nós não achámos isso”, indicou.

De acordo com a autarca, esta nova valência responde a todas as pessoas com deficiências e aos seus familiares em questões de direitos e deveres.

“É óbvio que, para ajudas técnicas, continua a ser a Segurança Social, pois isso não passou para nós no âmbito da descentralização”, evidenciou.

Criado em colaboração com o Instituto Nacional para a Reabilitação, o Balcão da Inclusão vai funcionar três dias por semana – segundas, quartas e sextas-feiras -, entre as 8h30 e as 16h30, preferencialmente com agendamento prévio.