Coimbra  17 de Setembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra: Faleceu Agostinho Almeida Santos

14 de Julho 2018

O professor catedrático de Ginecologia da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra Agostinho Almeida Santos faleceu, hoje, aos 77 anos de idade, soube o “Campeão”.

Presidente do Conselho de Administração dos Hospitais da Universidade de Coimbra entre 2005 e 2007, notabilizou-se por haver sido pioneiro em Portugal da técnica de procriação medicamente assistida através do sistema de transferência de gâmetas para a trompa, método que propiciou o nascimento da primeira “bebé-GIFT” em Junho de 1988, tendo criado e dirigido o Programa de Reprodução Medicamente Assistida a funcionar em Coimbra desde 1985.

Desde 2009, era cônsul honorário de Cabo Verde para a região Centro.

A um vasto e rico currículo que o tornou voz respeitada em todo o mundo no domínio da genética e reprodução humana, Agostinho Almeida Santos juntava o interesse pela cidade conimbricense, com um empenhamento cívico  que o levou a participar em vários projectos e inúmeras acções, dando contributo ao seu desenvolvimento.

Desempenhou funções de perito da CEE na área da investigação em bioética, é autor do livro “Razões de ser” (em que analisa os problemas e o futuro da biotética à luz do desenvolvimento científico e do progresso tecnológico) e foi membro do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida eleito pela Assembleia da República.

O corpo de Agostinho Almeida Santos vai estar a partir, da tarde de hoje, em câmara ardente, na igreja de Nossa Senhora de Lourdes, em Coimbra,  realizando-se o funeral, domingo (15), pelas  15h00.

O extinto era pai da vice-reitora da Universidade de Coimbra Clara Almeida Santos.

 

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com