Coimbra  15 de Julho de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra: Estreia de peça sobre a comunicação na era das redes sociais

25 de Maio 2018

A companhia Marionet estreia na terça-feira (dia 29), em Coimbra, “O Limbo Empático”, uma peça que procura confrontar o público com a forma como a sociedade se relaciona e comunica, abordando questões como a individualidade ou a privacidade.

“O foco da peça relaciona-se com os sistemas de relacionamento entre seres humanos e com conceitos como materialidade e a imaterialidade, a individualidade, a identidade e a privacidade”, pegando nos sistemas de comunicação que hoje são utilizados para questionar a forma como isso transforma a relação entre as pessoas, disse à agência Lusa o encenador do espectáculo, Mário Montenegro.

A peça, que sobe ao palco do Teatro Académico Gil Vicente na terça-feira e na quarta-feira (dia 30), pelas 21h30, centra-se no relacionamento entre três personagens muito peculiares: Uma informática que desenvolve uma aplicação que “permite determinar o tempo da morte de uma pessoa”, uma médica que vive com o marido em forma de planta e um homem que monta estores e que “tem uma necessidade e urgência de medir tudo o que o rodeia”.

Segundo Mário Montenegro, “estas personagens, cada uma com as suas características e necessidades, acabam por criar um sistema de relacionamento”, comunicando através de meios de comunicação.

Influenciada pela vaga de interesse nas redes sociais e pelas questões da privacidade na era digital, a peça pretende confrontar o público “com a forma como hoje as pessoas se relacionam e contactam”, quando toda a gente dispõe “de um cérebro de bolso” que responde a qualquer questão.

Nesse sentido, “a questão da privacidade é central e está relacionada com a individualidade, com a existência, com a identidade e com o que é material e imaterial”, frisou o encenador do espectáculo.

“Apoiados nas suas dúvidas e certezas, reflectimos sobre a existência, a privacidade, a empatia, a necessidade, o valor, num instante do mundo em que a comunicação entre seres humanos se transformou de modo avassalador”, refere a sinopse da peça.

“O Limbo Empático” tem texto e encenação de Mário Montenegro; interpretação de Carolina Santos, Filipe Eusébio e Sílvia Santos; cenografia, figurinos, adereços de Pedro Andrade; imagem de Pedro Andrade e João Sarnadas; banda sonora original e sonoplastia de Marcelo dos Reis; iluminação e direcção técnica de Rui Marques Simão; vídeo de Laetitia Morais; produção executiva e fotografia de cena de Francisca Moreira; coprodução de Marionet e do TAGV.

A entrada tem um custo entre cinco e sete euros.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com