Coimbra  15 de Julho de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra: Encontro mundial junta 80 jovens pianistas

29 de Janeiro 2019

O Coimbra World Piano Meeting, que decorre de 02 a 09 de Fevereiro, vai juntar cerca de 80 jovens de diferentes países na cidade, onde vão dar concertos e aprender com professores de conservatórios e universidades internacionais.

A quarta edição do encontro conta com jovens com idades entre os 12 e os 35 anos de idade, que vêm de países como o Canadá, Venezuela, Taiwan, Hong Kong, Rússia, Coreia do Sul, França e Itália, sendo o maior contingente o do Japão, disse à agência Lusa Manuel Araújo, director da Academia Internacional de Música Aquiles Delle Vigne que organiza o evento em conjunto com a Câmara de Coimbra.

Segundo o responsável, apenas cinco por cento dos participantes são portugueses, tendo-se notado um crescimento do reconhecimento e interesse pelo encontro mundial de ano para ano, seja pelo número de participantes, de professores com interesse em ir até Coimbra, ou nas estruturas que querem colaborar.

O encontro junta um concurso que designa o melhor jovem pianista do evento, concertos quase diários em que os jovens podem participar e muitas horas de formação, referiu.

Nas formações, participam docentes de instituições como a prestigiada escola americana Juilliard, a Universidade de Calgary (Canadá), a Hochschule (Universidade/Escola Superior) de Hannover (Alemanha), a Universidade de Música de Tóquio (Japão), o Conservatório Piccinni di Bari (Itália) e a Universidade do Mozarteum Salzburg (Áustria).

O Encontro Mundial arranca com um concerto de abertura, protagonizado pelos jovens participantes, no Conservatório de Música de Coimbra, às 09h30.

No dia 06, no Centro de Artes e Espectáculos da Figueira da Foz, haverá um concerto de provas finais do concurso pelos participantes, acompanhados pela Orquestra Filarmonia das Beiras, sendo que, no final, será anunciado o grande vencedor.

A 08 de Fevereiro dão um concerto no Centro Cultural Gil Vicente, no Sardoal (Santarém), e o evento termina a 09, às 17h00, com um concerto dos participantes, acompanhados pela Orquestra Clássica do Centro, em que interpretam no Convento São Francisco de Coimbra obras de Carlos Seixas, Bach e Mozart.

Quase todos os dias haverá concertos dos participantes, não apenas no Conservatório de Música de Coimbra mas, também, no Museu Machado de Castro e no Seminário Maior de Coimbra.

Tirando o concerto de encerramento, todos os restantes são de entrada gratuita, explicou Manuel Araújo.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com