Coimbra  24 de Junho de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra distribui novas tabelas de preços aos operadores do Mercado Municipal

26 de Julho 2023 Jornal Campeão: Coimbra distribui novas tabelas de preços aos operadores do Mercado Municipal

A Câmara Municipal de Coimbra (CMC) distribuiu novas tabelas de preços personalizadas e validadas pela Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) aos operadores do Mercado Municipal D. Pedro V. A medida pretende incentivar os vendedores ao cumprimento das regras de fixação de preços a que estão obrigados, evitando que sejam alvo de contra-ordenações.

O Município produziu e entregou 810 tabelas de preços personalizadas com a imagem actual do espaço e impressas em vinil PETG (destinado a contacto com produtos alimentares) aos comerciantes de fruta, de peixe fresco, de produtos hortícolas, e aos produtores agrícolas presentes no Mercado Municipal.

Esta iniciativa pretende incentivar os vendedores ao cumprimento das regras de fixação de preços a que estão obrigados e vai ao encontro das preocupações manifestadas ASAE, relativamente à falta de preços nos produtos expostos, aquando da realização de uma sessão de esclarecimentos, em conjunto com a CM de Coimbra e a Autoridade Tributária, em Fevereiro deste ano.

A elaboração das tabelas contou com os contributos e com a validação da Directora da Unidade Regional do Centro da ASAE, Helena Diogo, tendo também estado envolvidos o serviço municipal responsável pela segurança alimentar e a Divisão de Empreendedorismo e Actividades Económicas.

Foram produzidos quatro modelos de tabelas, de acordo com as necessidades do Mercado Municipal D. Pedro V. Aos produtores agrícolas foram entregues 360 tabelas (300 com 150mm X 120mm de dimensão e 60 em formato A4), os operadores de fruta receberam 150, assim como os de hortícolas e os de pescado fresco (todas com 150mm X 105mm).

O vereador Miguel Fonseca, com o pelouro das Feiras e Mercados, entregou algumas das tabelas na passada sexta-feira, dia 21 de Julho. “Este é mais um passo no sentido de tornarmos o Mercado um espaço atractivo e funcional para quem compra e de apoiarmos os operadores na sua actividade”, afirmou Miguel Fonseca, evidenciando “o caminho, que tem sido desenvolvido pelo Município, para a revitalização deste espaço de excelência da cidade”, nomeadamente através da realização de três hastas públicas, nos últimos dois anos, que permitiram a concessão de um total de 47 lojas e bancas.