Coimbra  22 de Setembro de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra: Deliberação camarária ameaça investimento

8 de Outubro 2018

Um projecto para investimento de 20 milhões de euros em Coimbra poderá estar comprometido devido a uma deliberação aprovada, hoje, pela oposição camarária.

Em declarações ao “Campeão”, um representante da sociedade unipessoal WPC 18, João Jorge, indicou que a medida ameaça a intenção de edificar 349 quartos para estudantes na rua do Brasil (mediante a reconversão de antigas instalações da EDP).

A mesma fonte precisou não poder dizer se se gorou o projecto, mas declarou que o investidor (cidadão estrangeiro) ficou perplexo quando lhe foi comunicada a deliberação tomada, hoje, pela Câmara Municipal de Coimbra, em cuja vereação o PS desfruta de maioria relativa.

Os três vereadores da coligação “Mais Coimbra” (PSD – CDS- PPM – MPT), os dois do movimento “Somos Coimbra” e o eleito pela CDU rejeitaram uma proposta no sentido de ser admissível a supressão de 45 lugares de estacionamento público (embora exista um superavit de 27 lugares privados).

Francisco Queirós (CDU) opinou estar em causa um determinado figurino de desenvolvimento; os vereadores eleitos pelo PSD e os do movimento “Somos Coimbra” entenderam ser defensável a atribuição de uma compensação financeira à CMC para fomento do transporte colectivo no cenário de dispensa de 45 lugares de estacionamento público.

Do ponto de vista do PSD, “o interesse público da promoção da melhoria da qualidade de vida das pessoas não pode ser sacrificado”.

“Votámos contra, por entendermos que o interesse público da promoção da qualidade vida dos cidadãos, da melhoria do ambiente urbano e de um correcto ordenamento do território ficam prejudicados com a dispensa não compensada ao Município de Coimbra”, alegou Paulo Leitão.

A Comissão Concelhia do PS/Coimbra considerou lamentável, em comunicado, que “uma oposição irresponsável «chumbe» investimento estrangeiro para residência de estudantes (…), prejudicando a cidade”.

O PS diz ter votado favoravelmente por “reconhecer a necessidade deste tipo de infra-estruturas, defender a dinamização da «Baixa» citadina e apoiar todas as iniciativas, públicas ou privadas, que visem o desenvolvimento de Coimbra”.

“O argumento apresentado é incompreensível e demagógico, dado que, do outro lado da rua, existe o parque de estacionamento que vai do Pavilhão Centro de Portugal às ‘Docas’”, assinala a sobredita estrutura partidária.

O Partido Socialista “não só lamenta esta postura” como estranha o que rotula de “bipolaridade da oposição”, a qual, segundo ele, “quando é conveniente, defende o investimento, o apoio às iniciativas económicas, a reabilitação da «Baixa» e a criação de residências universitárias e, depois, «chumba» projectos de investimento estrangeiro superiores a 20 milhões de euros”.

Sidónio Simões, chefe de uma divisão camarária, questionou se se justifica pôr em xeque o Jardim Botânico para criar estacionamento.

Segundo o engenheiro, a proposta da arquitecta Ana Faria proporcionaria à autarquia um encaixe de cerca de 245 000 euros, desfrutando a CMC da prerrogativa de poder dispensar a cobrança de uma compensação financeira inerente à dispensa de 45 lugares de estacionamento público.

Para Ana Bastos, vereadora do movimento “Somos Coimbra”, a aprovação da proposta abriria caminho a “pura especulação imobiliária”. “Queremos investimento em Coimbra, acautelando questões urbanísticas e respeitando o interesse público”, acrescentou o líder do movimento cívico e vereador, José Manuel Silva.

“Fico com a sensação de que a política se sobrepõe aos interesses dos cidadãos”, declarou ao “Campeão” João Jorge, representante da empresa WPC 18.

O objectivo daquela sociedade unipessoal consiste em edificar uma residência para estudantes – maioritariamente inclinados, em princípio, para utilização de transportes públicos ou de bicicletas – dotada de 349 quartos e serviços relacionados (biblioteca, salas de estudo, de cinema e de conferências, espaço para realização de jantares, piscina, ginásio, lavandaria e aluguer de velocípedes sem motor).

 

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com