Coimbra  28 de Outubro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra comemora Dia Mundial da Música com concerto de Lara Martins

30 de Setembro 2021 Jornal Campeão: Coimbra comemora Dia Mundial da Música com concerto de Lara Martins

A Câmara Municipal (CM) de Coimbra para assinalar o Dia Mundial da Música (1) vai apresentar, no sábado, dia 2, pelas 21h00, no Pavilhão Centro de Portugal, o álbum de estreia a solo da soprano Lara Martins, “Canção”.

O espectáculo é organizado pela Orquestra Clássica do Centro e os bilhetes estão disponíveis no website da Orquestra Clássica do Centro (https://www.orquestraclassicadocentro.org) e na bilheteira eventbrite (https://www.eventbrite.pt).

Fado e tango são dois géneros musicais distintos que marcam a jornada musical pessoal de Lara Martins e que estão presentes neste seu álbum de estreia a solo, “Canções”.

O programa do concerto integra obras de compositores de géneros bem diversificados: Astor Piazzolla (Balada para un loco; Oblivion; Los pájaros perdidos; Millonga de la Anunciación), Daniel Bernardes (Duas miniaturas para Sophia – Data e Barco), Camargo Guarnieri (Treze Canções de Amor) e Alain Oulman (Trova do vento que passa; Com que voz; Abandono).

Lara Martins é uma artista que alia a excelência do seu instrumento vocal a uma grande sensibilidade e talento no domínio musical e dramático. Esse perfil traduz-se na capacidade de brilhar com igual mestria no domínio da ópera ou do teatro musical, onde foi uma das principais estrelas da produção de The Phanthom of the Opera, no mítico West End de Londres, como “Carlotta Giudicelli”. Aliás, o seu repertório é bem abrangente e representativo da sua enorme versatilidade: de Mozart a Sondheim, Donizetti, Richard Strauss, Manuel e Falla, Kurt Weill. Gesrhwin, Bernstein ou A. Lloyd Webber.

Com formação em Londres, na famosa Guildhall School of Music and Drama, como bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian, a soprano de renome internacional conta já, no seu percurso artístico, com várias distinções, destacando-se o facto de ter vencido o Prémio Donizetti, no Concurso Internacional de Canto Jaumme Aragall (Espanha), o 1.º Prémio no Concurso de Interpretação de Música do Estoril/Prémio El Corte Inglés e de ter sido galardoada com o Prémio Anne Wyburd da Guildhall School of Music and Drama.

Lara Martins tem-se apresentado em várias produções de ópera, recitais e concertos por toda a Europa, sob a direcção de grandes maestros, em salas e festivais de referência: os Teatros de Modena, Ferrara e Piacenza e o Teatro Comunale di Bolzano, em Itália; a Opéra National de Bordeaux, os Teatros de Ópera de Marselha, Toulon e Avignon, em França; o Kremlin e a Glazunov Gallery, em Moscovo; o Festival Internacional de Música Tibor Varga, na Suíça; Royal Opera House Convent Garden, em Londres; os Teatros da Trindade, Rivoli, o Centro Cultural de Belém, a Fundação Calouste Gulbenkian e o Teatro Nacional de São Carlos, em Portugal.

O seu talento tem sido difundido regularmente pelos media, com destaque para transmissões de concertos em directo pela RAI (Itália), Antena 2 e RTP.