Coimbra  21 de Maio de 2024 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra começa a celebrar os 400 anos da canonização da Rainha Santa Isabel

16 de Maio 2024 Jornal Campeão: Coimbra começa a celebrar os 400 anos da canonização da Rainha Santa Isabel

Os 400 anos da canonização da Rainha Santa Isabel, que se completam em 2025, começam a ser assinalados em Coimbra a partir do próximo dia 25 de Maio com o concerto de abertura do ciclo coral e Instrumental “São Rosas, Senhores!”.

Neste dia 25 de Maio assinala-se o 399.º aniversário da canonização de Isabel de Aragão, Rainha Santa e padroeira de Coimbra, com um concerto, pelas 21h30, no Mosteiro de Santa Clara-Nova. pelo coro Ançã-ble, cultor da música sacra.

O programa comemorativo foi dado a conhecer pelo presidente da Confraria da Rainha Santa Isabel, Joaquim Leandro Costa e Nora, o qual já adiantou as datas duas procissões em honra da padroeira de Coimbra: 11 e 14 de Julho deste ano. Anunciou, ainda, que em 2025, ano em que se assinalam os 400 anos da canonização, realizar-se-ão também, excepcionalmente, as procissões, a 10 e 13 de Julho, e está pedida a autorização para que a mão “incorrupta” da Rainha Santa possa ser exposta e admirada pelos devotos, que a viram pela última vez em 2016.

Foi em 25 de Maio de 1625 que o Papa Urbano VIII decretou a canonização da Rainha Santa Isabel, em cerimónia solene ocorrida em Roma, com a sua devoção a ser universal, mas a acentuar-se em Coimbra, com um Mosteiro já hoje reconhecido como Santuário da Rainha Santa Isabel.

A Confraria está a organizar vários eventos, religiosos, culturais e sociais, que preferencialmente terão lugar no Mosteiro de Santa Clara-a-Nova, destacando-se o ciclo coral e Instrumental “São Rosas, Senhores!”, coordenado pelo maestro Paulo Bernardino e que tem a participação de muitos grupos corais da cidade e da região de Coimbra. O ciclo terá iniciativas mensalmente (no dia 25 de cada mês, ou no sábado ou domingo seguintes), e pretende cativar aos diversos espaços da Confraria da Rainha Santa Isabel quem “goste de partilhar momentos musicais únicos, em espaços monumentais igualmente únicos e todos com uma sonoridade especial”.

Em Junho o concerto decorrerá no dia 29, pelas 21h30, com a participação do Coral Stella Maris (Anadia), Ensemble Lis Mondego e o Coro Carlos Seixas. A 27 de Julho, também pelas 21h30, será a vez de participarem neste ciclo os Gaiteiros Rainha Santa e o Canto Sul Tasti.