Coimbra  17 de Maio de 2022 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra com programa de uma semana para comemorar o 25 de Abril

14 de Abril 2022 Jornal Campeão: Coimbra com programa de uma semana para comemorar o 25 de Abril

A Câmara Municipal de Coimbra (CMC) preparou uma programação dos dias 19 a 26, com o mote “Uma semana para comemorar Abril”, de forma a assinalar os 48 anos da Revolução dos Cravos.

Ao longo de uma semana, decorrem, em vários espaços municipais, concertos, visitas guiadas em memória de Saramago e Zeca Afonso, uma declamação de poesia de intervenção, a sessão solene com intervenções políticas e ainda uma homenagem a Cesário Silva, presidente da Direcção-Geral da AAC de Dezembro de 2021 a Março de 2022, num momento preparado em parceria com a Associação Académica de Coimbra. No dia 25 de Abril, a Baixa será animada por estátuas vivas alusivas à data e ainda com apontamentos musicais.

Para assinalar os 48 anos do 25 de Abril, a CMC preparou uma semana de programação, em diversos espaços municipais, com forte ligação à temática da Revolução e da Liberdade. O destaque, para além da sessão solene com direito a intervenções políticas no dia 25, vai para a homenagem do Município a Cesário Silva, no dia 20, que passa pela atribuição da Medalha da Cidade, Grau Prata, a título póstumo, numa sessão que conta com o apoio da AAC.

Concertos, visitas guiadas, exposições, uma sessão de declamação de poesia associada ao 25 de Abril, ou até uma edição da Feira de Velharias com direito a música de intervenção fazem parte do programa “Uma semana para comemorar Abril”.

O programa arranca na próxima terça-feira, dia 19 de Abril, com o concerto “Mais Alto!”, no Grande Auditório do Convento São Francisco (CSF). Este espectáculo, inserido nas comemorações dos 50 Anos da Revolução de 25 de Abril de 1974, tem duas sessões: às 10h30 para o público escolar e às 19h00 para o público em geral. A entrada é gratuita mediante o levantamento prévio de bilhete, até ao máximo de dois bilhetes por pessoa, na bilheteira do CSF, entre 15h00 e as 20h00.

Às 15h00, do dia 19, decorre uma visita guiada com o tema “Encontros com Saramago na Alta de Coimbra”. Com esta visita, que vai partir da Couraça de Lisboa (junto ao Justiça e Paz) e vai passar pelo Paço das Escolas, pela Casa dos Melos e pela Sé Nova, pretende-se provocar a curiosidade para a vida e para a obra de Saramago, promovendo o património literário português, com especial enfâse no contributo intelectual que Coimbra tem como centro difusor e produtor de cultura.

A visita é gratuita, mas implica o donativo de rum euro, a suportar pelos participantes, relativo à visita ao interior da Sé Nova. E é obrigatória a inscrição, através do telefone n.º 23970630, do e-mail roteirosdecoimbra@cm-coimbra.pt ou presencialmente, na Casa Municipal da Cultura (Rua Pedro Monteiro).

Pelas 17h00, do dia 19, realiza-se o primeiro Conselho Municipal da Juventude, desde a entrada do actual Executivo na CMC, no Salão Nobre dos Paços do Concelho. Com o objectivo de dar voz aos jovens, o Município promoveu a realização deste Conselho com as dezenas de associações de juventude do concelho, que já não se realizava desde 2020.

No dia 20 de Abril, quarta-feira, o destaque será em torno da história e do espírito revolucionário que associamos, incontornavelmente, à imagem da AAC. A partir das 15h00, terá lugar, no Salão Nobre, uma homenagem a Cesário Silva, presidente da Direcção-Geral da AAC de Dezembro de 2021 a Março de 2022. A CMC vai atribuir a Medalha da Cidade, Grau Prata, a título póstumo, a Cesário Silva. “Apesar dos poucos meses em que assumiu funções como presidente da Direcção-Geral da Associação Académica de Coimbra, Cesário Silva mostrou o forte empenho e sentido de justiça em prol de toda a Academia”, pode ler-se na informação que vai à reunião de Câmara de segunda-feira. Este momento de homenagem será precedido de uma actuação da Secção de Fado da AAC e ainda de uma sessão de evocação da Crise Académica e o papel dos Movimentos Estudantis, em parceria com a AAC.

O dia 21 Abril, quinta-feira, será marcado por uma declamação de poesia de intervenção pelo grupo Declamar Poesia, no Coola Boola Colab, às 19h00. A sessão tem entrada livre e conta com o apoio do Coola Boola Colab.

Na sexta-feira, dia 22 de Abril, pelas 10h00 o Executivo vai visitar o monumento 25 de Abril, na Rua Antero de Quental, para colocar uma coroa de cravos. A esta sessão segue-se uma visita do Executivo à mostra capas de discos de vinil de Adriano Correia de Oliveira, na Biblioteca Municipal. Por ocasião do 80.º aniversário do nascimento de Adriano Correia de Oliveira, a Biblioteca Municipal de Coimbra organizou uma mostra de capas de discos de vinil do cantor. Este tributo ao cultor da Canção de Coimbra pode ser visitado gratuitamente até 27 de Junho, de segunda a sexta-feira das 10h00 às 19h30 e ao sábado das 11h00 às 13h00 e das 14h00 às 19h00.

No sábado, dia 23 de Abril, realiza-se a habitual Feira de velharias, na Praça do Comércio, mas com um apontamento especial relacionado com a temática de Abril. A Feira vai contar com apontamentos de música de intervenção a cargo da Coola Boola Colab.

Pelas 14h00, no Parque Verde do Mondego, realiza-se a reabertura da Biblioteca de Jardim “Ler ao Cubo”, data em que se assinala o Dia Mundial do Livro. Este serviço municipal tem como objectivo aproveitar um local aprazível e muito procurado junto ao rio Mondego, sobretudo aos fins-de-semana e feriados, para promover a leitura junto de adultos e crianças que frequentam e passeiam por aquele jardim. O espaço vai estar aberto em Abril, Maio, Junho, Julho e Setembro entre as 14h00 e as 19h00, e em Agosto entre as 15h00 e as 20h00.

Pelas 15h00, no CSF, decorre a inauguração da exposição “Ana Vidigal – Como é Antigo o Passado Recente com curadoria de Hugo Dinis”, na Antiga Sala do Capítulo. A artista Ana Vidigal apresenta a instalação “Como é Antigo o Passado Recente” até 26 de Junho de 2022. Ocupando todas as paredes do espaço expositivo com a ampliação de imagens do seu arquivo pessoal, a artista questiona os acontecimentos presentes à luz de um passado histórico recente.

Já às 21h30, decorre no Grande Auditório do CSF o concerto “Banda da Armada – Concerto comemorativo do Centenário da Travessia Aérea do Atlântico Sul”. No âmbito do Centenário da Travessia Aérea do Atlântico Sul, a Marinha, a Força Aérea Portuguesa e a CMC apresentam um programa que inclui, para além do concerto pela Banda da Armada, a exposição itinerante “Primeira Travessia Aérea do Atlântico Sul”, patente ao público até 24 de Abril, no foyer do Grande Auditório do CSF, das 15h00 às 20h00.

No domingo, dia 24 de Abril, decorre na Sala D. Afonso Henriques, do CSF, o concerto “A Garota Não”, no âmbito do Ciclo M, lugar de vozes femininas que marcaram a cultura e que se distinguiram não só como voz, mas como embaixadoras das suas culturas e valor. O novo disco e o novo espectáculo de “A garota não” “são um enorme acto de cidadania e de liberdade”. Os bilhetes devem ser adquiridos na bilheteira do CSF, entre 15h00 e as 20h00, ou em bol.pt.

Programa do 25 de Abril

O dia 25 de Abril será marcado pelo hastear da Bandeira Nacional, com a participação da Banda Filarmónica União Taveirense e a sessão solene comemorativa do 48.º aniversário do 25 de Abril com intervenções políticas, no Salão Nobre.

Entre as 10h30 e as 13h00, as 16h30 e as 19h00, a Baixa da cidade vai ser animada por uma mostra de estátuas vivas alusivas ao 25 de Abril. Pelas 18h00 decorrerá, ainda, um apontamento musical pela Orquestra Sopros de Coimbra, na Praça 8 de Maio. Pelas 16h00, na Black Box do CSF, realiza-se uma sessão de leituras encenadas “Era uma vez um país a preto e branco: estórias de Abril”.

O programa culmina a 26 de Abril, com uma nova sessão (dirigida ao público escolar) da sessão “Era uma vez um país a preto e branco: estórias de Abril”, novamente na Black Box do CSF.

Pelas 15h00 decorrerá mais uma visita guiada com o mote “A Coimbra do Zeca Afonso”. José Afonso é a figura central da visita que vai abarcar os espaços associados ao período que o cantautor passou em Coimbra, desde os tempos de Liceu à conclusão dos estudos na Universidade, e à carreira docente, da qual foi expulso por razões políticas.

Com esta visita recorda-se a personalidade e obra de Zeca Afonso, quer enquanto músico, quer como poeta para sempre ligado à Liberdade, e o seu contributo na Canção de Coimbra focando aspectos histórico-culturais ligados às vivências e tradições académicas, património imaterial da humanidade, bem como o papel da cidade enquanto polo difusor de cultura.

Com acesso gratuito, a visita parte do Largo D. Dinis, às 15h00, passando pela Faculdade de Letras, Rua da Matemática, Travessa da Matemática, Rua do Loureiro, Rua de São Salvador, Largo da Sé Velha, Beco da Carqueja, Rua Joaquim António de Aguiar, Largo da Portagem e terminando na Rua Ferreira Borges. A participação é gratuita, mas requer inscrição, através do telefone n.º 23970630, do e-mail roteirosdecoimbra@cm-coimbra.pt ou presencialmente, na Casa Municipal da Cultura (Rua Pedro Monteiro).