Coimbra  26 de Junho de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra: CMC “trava” realização de um mercado de Natal na “Baixa”

28 de Novembro 2017

A ideia de um mercado de Natal na “Baixa” conimbricense não se irá concretizar e, segundo a União de Freguesias de Coimbra, a responsabilidade é da Câmara Municipal, que nunca respondeu aos contactos feitos pela UF.

“A exemplo das grandes cidades europeias, onde os tradicionais mercados de Natal de rua são tradições instituídas, foi intenção da União das Freguesias de Coimbra levar a efeito um Mercado de Natal de rua que dignificasse a cidade”, explica, em comunicado.

A escolha do local era o Terreiro da Erva, um espaço público recentemente requalificado e a necessitar de dinamização, sendo que União de Freguesias tinha já, inclusive, conseguido “juntar à volta desta ideia um conjunto de empreendedores e de patrocinadores que iriam permitir a realização com sucesso do ‘Mercado de Natal’”.

Segundo o executivo da UF, seria apenas necessário a “concordância da Câmara Municipal de Coimbra para que facultasse um ponto de água e de luz”, garantindo que “ainda o anterior executivo da UFC estava em funções quando esse pedido foi feito por escrito, em 27 de Outubro, para as datas de 04 a 27 de Dezembro”.

O objectivo passaria por “contribuir para a dignificação de um local que precisa, acima de tudo, de vida e de movimento, fomentando, ao mesmo tempo, o retorno da população de Coimbra a este espaço e ainda promover a actividade económica dos empresários estabelecidos na freguesia”.

A UF de Coimbra afirma que o pedido foi feito em tempo útil, contudo “desde então, e apesar dos vários contactos telefónicos posteriores, nunca a União das Freguesias conseguiu obter resposta por parte da Câmara Municipal de Coimbra”, admitindo que “por não estarem reunidas as condições necessárias, o ‘Mercado de Natal de Coimbra’ não se irá realizar em 2017”.

Na conferência de Imprensa de apresentação do programa de Natal e fim de ano na cidade, o “Campeão” questionou o executivo camarário sobre esta proposta, tendo o presidente Manuel Machado dito que não tinha conhecimento da mesma, adiantando que “no caso de existir um mercado de Natal será no mercado de D. Pedro V, que precisa de ser dinamizado”.

Perante este cenário, a União das Freguesias prometeu começar já a trabalhar para que o “Mercado de Natal de Rua de Coimbra” seja uma realidade, e um sucesso, em 2018, e que seja realizado “em estreita colaboração com a Câmara Municipal de Coimbra”.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com