Coimbra  18 de Julho de 2019 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra: Cearte qualifica técnicos dos museus nacionais

16 de Março 2018

Na segunda-feira (dia 19), pelas 12h00, o Cearte e a Direcção-Geral do Património Cultural (DGPC) celebram um protocolo para, entre outras actividades de cooperação técnico-científica, responder às necessidades de formação dos profissionais daquele organismo público.

A cerimónia terá lugar na sede do Cearte – Centro de Formação Profissional para o Artesanato e Património, em Coimbra, com o protocolo a enquadrar o desenvolvimento, nos próximos três anos, de um conjunto de acções, em vários pontos do país, incluindo Lisboa, Évora, Alcobaça, Batalha, Tomar, Viseu e Coimbra.

As acções de formação serão dirigidas aos mais de 800 colaboradores da Direcção-Geral e dos Museus Nacionais, designadamente do Mosteiro de Alcobaça, Convento de Cristo, Mosteiro da Batalha, Museu Nacional Machado de Castro, Museu Monográfico de Conímbriga, Museu Nacional Grão Vasco e Laboratório José Figueiredo.

A formação profissional irá contemplar diversas áreas como o atendimento, relações interpessoais e gestão de conflitos, línguas (inglês, francês e espanhol), higiene e segurança no trabalho, conservação e restauro/reabilitação do património, e tecnologias de informação.

Além do interesse mútuo na promoção e colaboração técnico-científica nos campos da formação contínua, do desenvolvimento pessoal e profissional dos colaboradores, o protocolo preconiza, ainda, o desenvolvimento, a actualização e a certificação de competências dos colaboradores da DGPC, com vista ao cumprimento das metas operacionais e estratégicas referentes à missão e atribuições daquela Direcção-Geral.

“Registe-se, também, a oportunidade da assinatura do protocolo no Ano Europeu do Património Cultural, visando chamar a atenção para o papel do património no desenvolvimento social, económico e turístico e a importância da formação para os trabalhadores dos museus nacionais no acolhimento dos muitos milhares de turistas que em Portugal procuram conhecer e visitar o nosso riquíssimo património”, refere o Cearte.

Para o Cearte, este protocolo constitui “uma oportunidade estratégica para o seu posicionamento enquanto entidade formadora de referência na área do património, na medida em que a instituição parceira – a DGPC – detém a máxima competência e propriedade neste âmbito, no plano nacional”.

Esta parceria decorre, também, das recentes atribuições do Estado, que norteiam o Cearte no sentido do alargamento do seu campo de acção formativo à área do património.

 

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com