Coimbra  25 de Setembro de 2021 | Director: Lino Vinhal

Semanário no Papel - Diário Online

 

Coimbra BD está de regresso de 09 a 12 de Março

6 de Março 2017 Jornal Campeão: Coimbra BD está de regresso de 09 a 12 de Março

O que começou por ser um desafio “transformou-se em tradição” e, pelo segundo ano consecutivo, a Câmara Municipal aposta na Coimbra BD – 2.ª Mostra Nacional de Banda Desenhada. O evento, com um êxito inesperado logo na primeira edição, volta de 09 a 12 de Março à Casa Municipal da Cultura.

A Coimbra BD traz até à cidade novos autores e livreiros, bem como mais actividades para os amantes desta cultura, destacando-se esta segunda edição pela “diversidade e qualidade”, explicou Carina Gomes, vereadora da Cultura, na sessão de apresentação do evento.

A ideia é “dar provas de estímulo à actividade cultural nas suas múltiplas dimensões”, numa lógica de continuidade do sucesso do ano passado mas melhorando “ao nível da oferta cultural”, de forma a agradar a todos os públicos, esclarece a autarquia conimbricense. Há actividades para famílias, para o público infanto-juvenil, escolar e sénior, além dos fãs assumidos da BD.

Durante os quatro dias do evento os visitantes poderão contar com exposições criadas propositadamente para o Coimbra BD, oficinas, tertúlias, sessões de autógrafos com autores, mesas de artistas, jogos de tabuleiro, uma performance inspirada na BD por Andrea Inocêncio, exibição de curtas-metragens, mostra de “stop motion”, mostra de Vídeo Arte BD e, claro, o habitual desfile de “cosplay” que tantos entusiastas desta arte traz até à cidade.

No evento estarão artistas de renome nacional e internacional, desde logo Jorge Coelho e Miguel Mendonça, que trabalham com o mercado americano para empresas como a Marvel e a DC.

A Coimbra BD vai contar com a presença de autores conimbricenses, como é o caso de Carlos Correia, mas, também, de estrangeiros como André Diniz, o argumentista e desenhador brasileiro de BD, cujo trabalho estará patente numa exposição, além de ser tema para a conferência “André Diniz. A BD e o Brasil, Hoje”, por João Miguel Lameiras, na quinta-feira (09), pelas 15h00, na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra.

A Coimbra BD irá ter início, na quinta-feira (09), pelas 11h00, com uma sessão com trabalhos em “Stop motion”, por alunos da Escola Secundária de Avelar Brotero.

Já a iniciativa “Urban Sketchers”, durante a qual um grupo de pessoas irão andar pela cidade a desenhar, ao vivo, o que estão a ver, está marcada para sábado (11), pelas 11h00. O resultado desses passeios poderá, depois, ser visto na Internet como forma de promoção da Coimbra BD ou serem objectos para exposição.

Para sábado (11), pelas 15h00, está reservado uns dos pontos altos do certame: o desfile de “cosplay”, em que muitos fãs se vestem como os seus heróis de banda desenhada preferidos.

O evento terá mais dois participantes do que no ano passado, passando para 17 o total de expositores. Já no que diz respeito aos visitantes, a autarquia contabilizou cerca de 4 000 em 2016, pelo que na edição de 2017 prevê “um aumento significativo desse número”, referiu Carina Gomes.

A vereadora da Cultura salientou, também, que no ano passado foram distribuídos inquéritos de satisfação aos visitantes que permitiram retirar algumas conclusões. Desde logo, soube-se que a grande maioria dos visitantes é da região de Coimbra, contudo, houve visitas da área metropolitana de Lisboa e da região de Aveiro. Já a média de idades situou-se entre os 35 e os 44 anos.

No avaliação geral ao certame, tendo em conta vários critérios como a localização e a qualidade de expositores e de actividades, a maioria das respostas revelou-se muito positiva, além de que 40 por cento dos respondentes admitiram ter feito compras no evento.

“No nosso entender este é claramente uma iniciativa para continuar, já que valoriza a cultura e valoriza Coimbra”, afirmou Carina Gomes. Por sua vez, Manuel Machado, presidente do Município, corroborou essa ideia dizendo que “Coimbra quer afirmar-se na área da banda desenhada”, tendo, para isso, a Câmara Municipal “assumido o investimento necessário para que a edição deste ano seja ainda melhor do que a do ano passado”.

O orçamento sextuplicou nesta edição, passando de pouco mais de 1 600 euros para 6 400 euros este ano.

A apoiar o evento está a Rádio Universidade de Coimbra, que irá transmitir o programa semanal “GeekFreak”, de Breno Ferreira, em directo, a partir da Casa da Cultura, e também os Serviços de Acção Social da Universidade de Coimbra (SASUC) através da abertura do “Restaurante BD”, na Cantina Sereia, ao almoço e ao jantar, durante os dias em que decorre o Coimbra BD.

A colaborar com o evento está, ainda, o VideoLab e a Livraria Dr. Kartoon.

 

(Na foto: Regina Bento, dos SASUC; Manuel Machado, presidente da CMC; Carina Gomes, vereadora da Cultura; e João Miguel Lameiras, da Livraria Dr. Kartoon)